Header Ads

Jovem descobre que namorada grávida era homem


Jovem descobre que namorada grávida era homem

Do Tudo Agora - Fabrício Escandiuzzi / Terra

A descoberta fez com que o rapaz precisasse ser hospitalizado em estado de choque

Um jovem de 19 anos descobriu que a namorada, que supostamente estaria grávida de cinco meses, era na realidade um travesti. O caso ocorreu em Cocal do Sul, município localizado a cerca de 200 km de Florianópolis, e só foi descoberto por acaso após uma investigação coordenada pela Polícia Civil.

A descoberta fez com que o rapaz precisasse ser hospitalizado em estado de choque. O caso começou a ser desvendado por policiais civis depois que a suposta grávida, acompanhada da sogra, registrou queixa contra uma agressão sofrida pelo padrasto, que teria ocorrido no último dia 22 de outubro.

"Elas apareceram na delegacia, só que o nome fornecido pela garota não constava em nosso sistema", disse o policial Evandro Carlos Rodrigues, que coordenou as investigações. "Ela tinha barriga, nunca sequer passou pela nossa cabeça que fosse um travesti", completou.

De acordo com Rodrigues, a polícia começou a investigar o caso por desconfiar que a jovem, também de 19 anos e chamada de Bruna de Souza, pudesse ser fugitiva da Justiça.

"Pensamos se tratar de uma pessoa com mandado de prisão em aberto ou que tivesse fugido de casa e não quisesse ser encontrada pelos familiares", recordou. "Descobrimos dias depois, através de uma ocorrência policial que o nome verdadeiro dela é Rodinelli, morador de Gravatal. Foi um enorme susto".

O policial afirmou que a jovem aparentava barriga de grávida e que chegou a apresentar sintomas dentro da delegacia, como enjôo e tonturas. "Ela apresentava gravidez psicológica e acreditava piamente que estava realmente grávida do rapaz", disse Rodrigues, acrescentando que o travesti chegou a fornecer detalhes de como conseguiu se passar por mulher por seis meses para o companheiro. "Ela afirmou que eles só mantinham relações sexuais com as luzes apagadas e que o rapaz era proibido de tocá-la".

Após a descoberta, os dois se separaram. O rapaz, que chegou a ficar internado depois do susto, passa bem, mas evitou comentar o caso com a imprensa. A jovem Bruna deixou a cidade e nem mesmo a família, em Gravatal, sabe sobre o seu paradeiro.

"Depois de tudo, nos informaram que ela viajou", disse o investigador. "Como ela não usou documento falso, não abrimos nenhum tipo de procedimento na delegacia".


A imagem “http://ego.globo.com/Gente/foto/0,,14969607-GDQ,00.jpg” contém erros e não pode ser exibida.


Jovem descobre que a namorada era um travesti

Morador de cidade catarinense é internado em estado de choque, em um hospital, após fazer a descoberta

Do Comuni Web

Um jovem, 19 anos, acaba de descobrir que a namorada, supostamente grávida dele de cinco meses, era, na verdade, um travesti e precisou ser hospitalizado em estado de choque. O caso ocorreu na cidade de Cocal do Sul e começou a ser desvendado por policiais civis depois que a suposta grávida, acompanhada da sogra, registrou queixa contra uma agressão sofrida pelo padrasto, que teria ocorrido no último dia 22 de outubro.

"As duas apareceram na delegacia, só que o nome fornecido pela garota não constava em nosso sistema. Pensamos se tratar de uma pessoa com mandado de prisão e descobrimos que ela era ele e trocara de nome para enganar o futuro marido”, disse um policial, acrescentando que o jovem e a falsa namorada só mantinham relações sexuais com as luzes do quarto apagadas.

Rapaz descobre que a namorada era travesti

Do Alagoas 24 Horas

Um jovem de 19 anos que morava com a namorada grávida descobriu que, na verdade, ela era um travesti. Depois da revelação, o rapaz foi hospitalizado no final de outubro em Cocal do Sul, em Santa Catarina.

Segundo matéria do Diário do Sul, os dois teriam se conhecido em um bailão há cerca de seis meses. Um mês após, a jovem de 19 anos procurou a família do rapaz alegando que estava grávida.

Os dois passaram a morar com a mãe do rapaz, até que ela apanhou do namorado. Acompanhada da sogra, foi até a delegacia de Cocal do Sul para registrar um Boletim de Ocorrência. Ao informar o nome de Bruna de Souza, o sistema informou erro e começaram as suspeitas.

Após investigar, descobriram que a moça era um homem. O jovem ficou surpreso, pois mesmo mantendo relações sexuais, ele não percebeu que ela tinha órgãos masculino. 'O rapaz contou que sempre que se relacionavam, ela apagava a luz e comandava as ações. Em todos estes meses, ela não havia permitido que o companheiro tocasse as suas partes íntimas e, por isso, ele não percebeu nada', informa o Policial Evandro Carlos Rodrigues para o Diário do Sul.

Sobre a barriga, pode ter sido uma reação psicológica que fez com que o corpo a desenvolvesse. 'O travesti aparentemente era uma mulher, enganava bem e não tinha os traços masculinos', crescenta Evandro.

Nenhum comentário