Header Ads

Sadomasoquismo é prazer no sexo e no jogo.

Brincadeira da 'humilhação'

Sadomasoquismo é prazer no sexo e no jogo. E você, gosta de fazer?
O prazer dos rituais é racional e consciente e envolve conceitos de sanidade

Do 180 graus - Piauí

O sadomasoquismo é um jogo erótico de domínio e submissão entre parceiros sexuais. O prazer dos rituais é racional e consciente e envolve conceitos de sanidade, segurança e concordância para todos os fetiches que se pode imaginar.

Entre as fantasias e delícias da prática, quatro letrinhas definem bem o que esperar do mundo onde sexo e rituais se misturam: BDSM. O BD significa bondage; D, disciplina; DS, dominação e submissão, e SM, sadomasoquismo.

Imagine-se em uma noite de liberalidade no sadomasoquismo. Será possível conhecer a podolatria (adoração de pés), goldem shower (chuva de urina), infantilismo (fetiche por estar no papel de criança por alguns momentos), inversão (ser penetrado por uma mulher com consolo), spanking (receber uma punição com chicotes ou outro acessório), bondage e shibari (amarrações com cordas e correntes), CBT (tortura genital masculina), humilhação (ser xingado), feminização (ser obrigado a se vestir e portar como mulher), cócegas, entre muitos outros a serem descobertos lentamente em rituais.

"Este jogo é fascinante. Ele pode ser físico, mas também pode ser psicológico. O BDSM é mágico, portanto, é sempre bom assistir a muitos workshops, questionar técnicas, estudar para que se tenha segurança necessária", diz Bela, do Clube Dominna.

É importante que cada tendência seja vivida com a palavra de segurança - safeword - para que uma cena cesse imediatamente quando qualquer uma das pessoas envolvidas indique algum problema e queira parar o rito sexual.

Tudo começa com casais ou grupos fazendo liturgias. "Em uma Play Party, por exemplo, a quantidade de luz elétrica é mínima. O ambiente é iluminado por velas. As músicas são celtas, medievais e até sacras. O clima de respeito e hierarquia imperam. Tudo é feito com muito respeito e as pessoas envolvidas se deixam levar por um clima mágico", diz Bela, a praticante que guia esta reportagem.

O encoleiramento é outra brincadeira sadomasoquista. Nele, dominador ou dominadora permitem que um escravo faça parte de seu reino utilizando assim suas iniciais. Toda a comunidade então passa a chamar aquele escravo com o nick name escolhido pelo dono.

Nenhum comentário