Header Ads

Ficante ou Promiscuo

http://www.tvcanal13.com.br/fotos/FOT20080317142000.jpg
Ficante ou Promiscuo

Do Blog da Reicla

Uma amiga de linha conservadora criticava as pessoas que saem com um e outro, sem o menor compromisso ou mesmo sem bem saber direito quem é a pessoa.
Bem, só sendo conservadora pra achar isso o fim do mundo, afinal o tipo de relacionamento relâmpago chamado “ficar” é o mais comum hoje em dia.
Quando isso está mo mundo hetero, ficante é um termo bem aceito, mas se a pessoa for Gay, o mesmo comportamento passa a ser chamado de promiscuo.
Dá a impressão de que só por ser gay, os relacionamentos passam a ser “sujos” ou sem respeito próprio e isso não é verdade.
Tanto gays como heteros tem as mesmas necessidades.
Ambos tem vontade de beijar, de fazer sexo e estar ao lado de alguém.

A imagem “http://i218.photobucket.com/albums/cc292/innomine_album/montagem01.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Eu defendo o “ficar”, pois afinal, quanto tempo devemos ficar sozinhos até aparecer a pessoa ideal para poder se relacionar?
Nos dias de hoje está cada vez mais difícil encontrar quem queira compromisso, mesmo que seja um simples namoro.
E tem mais, para poder conhecer alguém tem que sair, experimentar, claro que com todos os cuidados possíveis, tipo, usar preservativos, e procurar saber um mínimo sobre a pessoa, para que se tenha um pouco de segurança. Afinal tem muito louco por aí se passando por “gatinho”.
Outro aspecto: Ficar é melhor do que ter uma pessoa estável e incompatível, ou seja, não adianta estar ao lado de uma pessoa que não lhe agrada, que não é a ideal pra você, só para poder passar a imagem de que não é “promiscuo”.
Se por um lado supre as necessidades físicas, do outro, tem os momentos de crises, e uma hora isso vai acabar mal. Ou com traição ou com alguém magoado ou insatisfeito.
Ah, mas e o amor?
O ficante não tem amor?
Não, claro que não!
O objetivo é curtir o momento.. beijar.. abraçar.. transar.. sem pensar se é ou não o príncipe encantado.
Se for bom, mas bom mesmo! Esse momento poderá se repetir num outro dia, e pode daí surgir uma atração maior e ou a paixão.
Enfim, sem muitas regras, por favor!
Aliás, tem uma regra sim: Estar de bem com você mesmo.
Cada um deve ter seu próprio indicador para saber como deve se comportar, se te faz bem esperar o casamento perfeito, não te incomoda ficar sem beijar, namorar por meses, anos? Então tudo bem, é feliz assim?
É a sua vida e a sua felicidade e não a minha nem da sua vizinha.
Seja Feliz, sempre!

Nenhum comentário