Header Ads

Transexual candidata a deputada no México é presa sob acusação de atentado ao pudor

Transexual candidata a deputada no México é presa sob acusação de atentado ao pudor

Mix Brasil



A transexual Deborah Álvarez, candidata a deputada federal no México, foi detida pela polícia da Ciudad Juárez acusada de atendado à moralidade _o equivalente a atendado ao pudor, na lei brasileira. A transexual nega a acusação e diz que está sendo ameaçada de morte por conta de sua candidatura.

A candidata é ativista da comunidade de transexuais e disse que trinta testemunhas estavam com ela no momento de sua detenção. Segundo Deborah, dois policias a detiveram sob o argumento de que seu vestido era provocante demais. Segundo a candidata, a chegada dos advogados de seu partido PSD e das câmeras de televisão locais evitou que ela precisasse pagar fiança. Deborah entrará hoje com uma denúncia por assédio e ameaças contra o agente que a deteve. Em 2006, Deborah foi agredida e ficou três semanas no hospital devido ao rompimento das próteses mamárias em decorrência dos golpes recebidos.

Nenhum comentário