Header Ads

'Seios', peça inédita de Walcyr Carrasco, trata do amor entre transexual e sua mulher


'Seios', peça inédita de Walcyr Carrasco, trata do amor entre transexual e sua mulher

Márcia Abos - O Globo

"Seios", peça inédita do escritor Walcyr Carrasco, autor de novelas da TV Globo como "Caras & bocas", estreia neste sábado em São Paulo. Acostumado a tratar tabus com delicadeza na TV e na literatura infanto-juvenil, Carrasco aborda sem medo um assunto polêmico: uma jovem família na qual o pai decide se tornar mulher, causando constrangimento ao filho e à esposa. Apesar da transformação de gênero, ele deseja continuar a viver com a família, a quem ama com devoção.

- Tenho uma enorme atração por temas tabus. Meus livros infanto-juvenis tratam de assuntos polêmicos, como AIDS e uso de drogras. Acho que uma das funções da arte é avançar nas discussões que levem à liberdade em todas as suas formas. Quanta gente sofre por não ser compreendida, é agredida ou agride simplesmente por não saber lidar com certas questões? A ficção tem essa capacidade, de atuar como "ponte" entre as várias formas de se ver a vida - explica Carrasco, em entrevista por e-mail.

Segundo o ator Dionisio Neto, protagonista da peça, comédia e drama se intercalam no texto curto, cuja encenação dura cerca de 45 minutos.

- Pedi um texto a Walcyr que pudesse ser encenado com dois atores e um banco. Não achei que ele fosse escrever, mas acabou me mandando essa peça que trata de um tabu de maneira lírica e lúdica, sem chocar a platéia em nenhum momento - diz Dionisio, que já atuou em filmes como "Carandiru" e "O Cheiro do Ralo".

Segundo Dionisio, o público reage à história com comoção. Antes de decidir encenar a peça, Dionísio e o diretor Ivam Feijó fizeram testes em uma série de leituras dramáticas.

- Decidimos montar o texto por causa das leituras. O público se comovia e acolheu "Seios" como uma grande história de amor - contou Dionísio.

Os personagens interpretados por Dionisio Neto e Jeyne Stakflett encontram-se no pátio da escola onde o filho do ex-casal ensaia para uma apresentação de Natal do coral. A mulher surpreende-se ao encontrar o ex-marido e perceber que ele está se transformando em uma mulher e acaba de colocar seios. Mesmo sendo rejeitado, o homem se declara e deseja voltar a viver com a família. Para Walcyr Carrasco, é importante discutir todas as possibilidades de amor, inclusive as mais improváveis.

- Toda a maneira de amor vale a pena? Há limites ou regras para o amor? Qual a base para uma família? Regras socias ou sentimentos? Estas são as questões levantadas pela peça, um melodrama que lembra alguns filmes do diretor espanhol Pedro Almodóvar ("Tudo sobre minha mãe") - afirma Dionisio.

Mas Walcyr explica que não se inspirou em Almodóvar.

- Jamais escreveria uma obra me inspirando em alguém. Mas reconheço que o texto, pela maneira livre e até bem humorada em alguns momentos, dramática em outros, ao tratar de uma relação inesperada de amor, tem sim um parentesco com a visão de mundo de Almodóvar. Se alguém achar que é próximo, agradeço o elogio! - diz Carrasco.

O estilista Reinaldo Lourenço assina o figurino da peça, apostando na linha "menos é mais". Em cena, Dionísio Neto veste roupas masculinas: uma calça bege e camisa preta, acompanhadas de peruca feminina e maquiagem. Já a atriz Jeyne Stakflett veste um discreto tailleur preto.

- Ele alterna momentos de grande fragilidade, com outros de virilidade. Já a mulher é muito forte. É um pouco como aquela frase de que o homem é a nova mulher - conclui Dionisio.

'Seios' - Estréia: 5 de dezembro. Quintas e sextas, às 21h. Sábados, às 21h30min. Local: O inflamável - Rua Maria Borba 87 - Consolação. Tel: (11) 2533- 8543. Ingressos: R$ 30

Nenhum comentário