Header Ads

Bryan Ferry - Slave To Love




Bryan Ferry (26 de Setembro de 1945, Tyne and Wear) é um músico inglês que ficou conhecido como vocalista do grupo Roxy Music, banda que formou com o baixista Graham Simpson em 1970. O grupo entrou para a história como a principal influência do movimento new wave que tomou de assalto a Inglaterra e o resto do mundo nos anos 80. O som do Roxy Music aliava o rock progressivo ao visual glitter. O grande espaço reservado aos sintetizadores – comandados por Brian Eno – deu o tom peculiar à música da banda. Apesar da dedicação ao grupo, Bryan Ferry começou uma carreira solo paralela em 1973, com o álbum "These Foolish Things", em que interpretava canções de Bob Dylan, The Beatles e Rolling Stones, entre outros.

Essa musica é simplismente um dos classicos dos anos 80. É a tipica musica que se escuta e da vontade de sair beijando... kkkkkkk



Como todo bom clipe dos anos 80 alem de belas cenas e imagens insinuantes como não podia deixar de ser ainda joga com a questão muito presente naquela época da bisexualidade e do travestismo...

Curta a Letra, o vídeo... e depois a tradução...

Slave To Love
Tell her I'll be waiting
In the usual place
With the tired and weary
And there's no escape

To need a woman
You've got to know
How the strong get weak
And the rich get poor

Slave to love
Ooh
Slave to love

You're running with me
Don't touch the ground
We're restless hearted
Not the chained and bound

The sky is burning
A sea of flame
Though your world is changing
I will be the same

Slave to love
Ooh
Slave to love

Slave to love (nanananana)
Ooh (nanananana)
Slave to love
And I can't escape
I'm a slave to love

The storm is breaking
Or so it seems
We're too young to reason
Too grown up to dream

Now spring is turning
Your face to mine
I can hear your laughter
I can see your smile

Slave to love (nanananana)
Ooh (nanananana)
Slave to love
And I can't escape
I'm a slave to love

Slave to love (nanananana)
Ooh (nanananana)
Slave to love
And I can't escape
I'm a slave to love

(nanananana)...



Escravo do Amor
Diga a ela que estarei esperando
No lugar de sempre
Estamos cansados e esgotados
Não há como escapar

Para precisar de um mulher
voce tem que conhecê-la
Como os fortes tornam-se fracos
E os ricos ficam pobre

Escravo do amor
Oh
Escravo do amor

Voce está correndo comigo
Não toque o chão
Nós temos o coração livre
E não preso e acorrentado

O céu está em chamas
Um mar de fogo
Ainda que seu mundo esteja mudando
eu continuo o mesmo

Escravo do amor
Oh
escravo do amor

Escravo do amor
Oh
Escravo do amor
E eu não consigo escapar
Eu sou um escravo do amor

A tempestade está rompendo
Ou é o que parece
Somos jovens demais para ter juizo
E adultos demais para sonhar

Agora, a primavera está vindo
Seu rosto no meu
Posso ouvir o seu riso
Posso ver o seu sorriso

Escravo do amor
Oh
Escravo do amor
Não posso escapar
Sou o escravo do amor

Escravo do amor
Oh
Escravo do amor
Não posso escapar
Sou o escravo do amor

(nanananana)

Nenhum comentário