Header Ads

Francês acusa farmacêutica de tê-lo 'transformado' em gay


Um francês de 52 anos entrou com uma ação indenizatória de 390 mil libras esterlinas (US$ 624,6 mil) contra o conglomerado farmacêutico GlaxoSmithKline, alegando que um medicamento da empresa, indicado para seu tratamento do Mal de Parkinson, o transformou de pai de família em um viciado em sexo com outros homens. As informações são do diário britânico Daily Mail.

Morador da cidade de Nantes, Didier Jambart começou a tomar o remédio ReQuip (Ropinirole) em 2003. Ele alega que o remédio o levou a se vestir de mulher e combinar encontros sexuais com desconhecidos, e que inclusive foi violentado em um desses encontros. Segundo a publicação, Jambart afirmou que tentou se matar oito vezes ao longo desses oito anos por causa da mudança de comportamento.

Rebatendo a acusação de Jambart, um advogado da farmacêutica afirmou que, apesar de um aviso de efeitos colaterais só ter sido incluído nas embalagens em 2006, depois do início do tratamento de Didier, mesmo assim os sintomas que ele apresenta não estão relacionados com o uso do remédio.

Do Terra - Via Painel de Noticias

Nenhum comentário