Header Ads

Miss Universo Gay revela drama vivido na cadeia

“Os presos foram muito bonzinhos comigo”, disse o estudante e transformista Kaio Henrique Campos Alvim, de 19 anos, atual Miss Gay Universe, sobre a experiência de ter dormido em uma cela apertada com 12 homens na Cadeia Pública de Severínia, no interior de São Paulo.

“Chorei muito ao deitar no chão daquele cubículo gelado, sem iluminação e cheio de baratas, com aquele banheiro horrível. Mas os presos me respeitaram, foram educados comigo e não me fizeram mal ou me destrataram pelo fato de ser homossexual. Me trataram bem melhor do que os carcereiros e policiais, que foram um pouco grossos comigo, mas não sofri preconceito”, disse Kaio, em entrevista por telefone concedida nesta quinta-feira (10).

Ele e um amigo haviam sido presos em flagrante na terça-feira (8), feriado de carnaval, pela Polícia Militar em Olímpia, a 438 quilômetros da capital paulista. Os dois tinham sido detidos por suspeita de furtar uma mochila com máquina fotográfica digital, telefone celular e R$ 134 em dinheiro de um turista num clube da cidade. Eles, que jamais haviam sido presos antes, negaram o crime e alegaram inocência em depoimento à Polícia Civil, mas mesmo assim foram transferidos da carceragem de Olímpia para Severínia.


Facebook e Paris Hilton

Kaio e o amigo foram soltos na noite de quarta-feira (9) após a defesa deles conseguir um habeas corpus na Justiça de Olímpia para que os dois respondam pelo furto em liberdade. Segundo o transformista, tudo não passou de um mal-entendido, como afirmou nas suas páginas de relacionamentos na internet. “Foi tudo mal entendido gentee, desculpe!!”, escreveu em seus perfis no Orkut e no Facebook.

Após a prisão, ele tem recebido o apoio de amigos e fãs. “Ainda vamos sentar e rir muito disso tudo! E você vai ter muita história pra contar!! Se Paris Hilton e Lindsay Lohan já passaram por isso, por que não você?”, dizia uma das mensagens.

“Me sinto mesmo como a Lindsay Lohan e a Paris Hilton”, brincou Kaio, que adota o nome artístico de Shayene Kathryn quando participa de concursos de beleza ou vai a festas. Ele, que é fã da atriz e a da socialite, se comparou às duas por causa da fama negativa que a prisão lhe trouxe.

Lindsay chegou a ser presa nos Estados Unidos acusada de furto. Paris também ficou atrás das grades por porte de drogas e por dirigir embriagada. “Sou fã das duas, mas da personalidade forte delas. Não compactuo com o que elas fazem de errado. No meu caso, foi tudo um engano. Sou inocente”, disse Kaio. “Estou morrendo de vergonha.”

Quando foi preso com o amigo na tarde de carnaval, Kaio era apenas um jovem homossexual de 19 anos e 1,90 metro, curtindo o carnaval na piscina com a mãe e a irmã. A personagem Shayene, com peruca, seios postiços, maquiagem, vestido e salto alto ficou no armário de sua casa em Barretos, no interior de São Paulo, onde mora com a família. “Não acredito que eu tenha sofrido preconceito por ser homossexual”, disse Kaio.


Versão do suspeito

De acordo com ele, o que ocorreu foi mesmo um mal-entendido. “Após conhecer o local, fiquei com meu amigo numa das piscinas do complexo, quando fomos convidados pela segurança do clube a acompanhá-los até o bloco dos armários, no vestiário masculino. Fomos perguntados quem seria o dono do armário 62 e disse que era eu. Afirmei que lá estavam meus pertences, além de uma câmera digital, celular e dinheiro que estavam no interior de uma mochila que havia encontrado dentro do clube. A bolsa estava largada num banquinho perto da piscina.

Depois, procurei um salva vidas para devolver, mas ele me disse que não havia setor de achados e perdidos e pediu para eu guardar comigo no armário e depois devolver na portaria para entregues ao verdadeiro dono. Eu guardei então por segurança. Como a mochila era grande e não cabia no armário, a deixei do lado de fora, num banco. Fui apresentado ao proprietário do armário, que reconheceu os pertences e os pegou. Mas para minha surpresa eu e meu amigo fomos presos pela Polícia Militar, que nos acusaram de furto“, relatou Kaio.

Coroa mantida e mudança de sexo

Procurados para comentar o assunto, os organizadores do concurso Miss Gay Universe informaram que estão apoiando Kaio e acreditam na sua versão. “Ela [Shayene] continuará com a coroa e a faixa de miss que ganhou em junho de 2010. Ela foi inocente e sabemos que não furtou nada”, disse Marcelo Hart, um dos organizadores do concurso. Pela regra, o transformista terá de passar o título a futura ganhadora do evento deste ano em Salvador.

Apesar desse apoio, Kaio afirmou que não poderá cumprir alguns compromissos profissionais por conta do processo de furto que terá de responder. “Não poderei viajar para outros países por um período de dois anos. Infelizmente não poderei deixar o Brasil”, disse.

Enquanto isso, Kaio, que é homossexual assumido e no momento está sem namorado, disse que se sente um pouco transexual e pensa em fazer uma cirurgia de mudança de sexo quando tiver 25 anos. “Farei igual a Ariadna [participante eliminada do programa Big Brother Brasil 11] que se operou na Tailândia”, disse Kaio. “Também quero virar mulher um dia”.

Polícia Civil

O delegado titular do município de Olímpia, João Brocanello Neto, não acredita na versão dos suspeitos. “A história deles não é verdadeira. Disse para não mexerem no que é deles. Não estava abandonado”, disse o delegado que os indiciou por furto. “Temos provas contra eles: objetos encontrados em poder do Kaio, no armário dele. Não tenho dúvida alguma, eles furtaram”.

A reportagem não conseguiu localizar o turista, que mora em Uberlândia, e afirma ter tido a bolsa furtada e nem o segurança que abordou Kaio e amigo. Em depoimento à polícia, os dois haviam dito que os suspeitos confessaram o crime.

Kaio nega que tenha confessado o furto com o amigo. Também afirmou que não pensa em processar ninguém, pelo que chama de mal-entendido. “A partir de agora se eu vir algo no chão vou deixar no lugar que está e nunca mais pegar. Tentei ajudar alguém e me prejudiquei. A única coisa boa que aprendi na prisão é dar valor a família. Agora vou dar mais carinho para minha mãe”.


G1


Nenhum comentário