Header Ads

Travesti morre após ser baleada em Itapuã


Segundo a 15ª CIPM, a vítima estava na Avenida Dorival Caymmi, quando dois homens em um carro passaram atirando


Uma travesti foi morta com um tiro na coxa na quinta-feira (14), no bairro de Itapuã, em Salvador. Identificada como André Luis Nascimento dos Santos, 30 anos, a vítima foi baleada por volta das 5h e chegou a ser socorrida, mas não resistiu ao ferimento.

Segundo informações da 15ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), em Itapuã, André estava na Avenida Dorival Caymmi, quando dois homens em um carro passaram atirando.

A bala atingiu a veia femoral da vítima, que morreu no Posto Médico Hélio Machado após ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios (DH).

Estado com maior número de assassinatos


Segundo o relatório anual divulgado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), no dia 4 deste mês, a Bahia é pelo segundo ano consecutivo o estado com maior número de assassinatos de gays, lésbicas e travestis.

Em todo o Brasil, 260 assassinatos de gays, lésbicas e travestis foram registrados - 62 mortes a mais do que 2009. Na Bahia, foram 29 homicídios. Com 43% dos casos, o Nordeste é a região que tem mais homicídios de homossexuais e travestis.

Considerando as capitais, Maceió é a que tem o maior número de gays assassinados - 9 homicídios. Em Salvador foram 8; 7 no Rio de Janeiro e 3 mortes em São Paulo.


Do Correio - Via: Stop Homofobia

Nenhum comentário