Header Ads

Dançarino Lacraia é sepultado no Rio de Janeiro

O produtor do dançarino Marco Aurélio da Silva Rocha, 33 anos, mais conhecido como Lacraia, morto na última terça-feira (11), informou durante o sepultamento do dançarino que Lacraia lançaria um CD de seis músicas no mês de julho. Duas canções já haviam sido gravadas em estúdio, e as próximas deveriam ser concluídas ainda este mês.


“Com esse novo projeto, em carreira solo, Lacraia não só dançaria como também cantaria. Quando trabalhava com MC Serginho ela se destacou muito. O show da dupla passou a ser voltado para ela. A grande atração era a Lacraia”, contou Leonardo Torres.

Os novos hits de Lacraia, nascida na Favela do Jacarezinho (Zona Norte do Rio), seriam “Solta a Maricona” e “Estilo Pantera Cor de Rosa”. As outras quatro canções não foram divulgadas pelo produtor. "Ela estava muito animada com o novo projeto. É uma pena que não tenha dado tempo de concluí-lo”, lamentou o parceiro.

Sobre a especulação de que a causa da morte do dançarino fosse Aids, Leonardo Torres afirmou que se Lacraia era portador do vírus HIV, isto ainda não tinha sido descoberto por familiares e amigos.

“Ele teve todo um tratamento para pneumonia. O problema, ao que nos consta, foi respiratório. Se ela era portadora do vírus HIV, não deu tempo de descobrirmos. Ao que nos consta, não foi Aids”, disse.

Nenhum comentário