Header Ads

Concurso proíbe entrada de HIV+ na Marinha

Governo brasileiro proibe entrada de HIV na Marinha

A Advocacia-Geral da União manteve o edital de concurso que proíbe a entrada de pessoas HIV+ na Marinha.

O Ministério Público Federal havia contestado a norma que obrigava candidatos a fazer exame de HIV, mas o Tribunal Regional Federal rejeitou o pedido de mudança. Outros oito concursos abertos atualmente possuem a mesma exigência.

A Advocacia-Geral da União defendeu que os serviços típicos da Marinha poderem piorar a saúde de quem vive com HIV+ e a determinação de aposentar integrante da corporação que se infecte com o vírus da aids, o que tornaria contraditório aceitar seu ingresso.

Regina Cohen, do Movimento Nacional das Cidadãs Positivas, classifica a medida como absurda.

Ser portador, portadora não é sinônimo de ser doente. Pode-se muito bem ter HIV e desempenhar funções que um HIV- faça”, defende a ativista.

Fonte: Cena G - Via Gospel LGBT

Nenhum comentário