Header Ads

Luxemburgo é condenado a pagar R$ 50 mil por insinuar que árbitro é gay

Vanderlei Luxemburgo terá que pagar uma indenização de R$ 50 mil a Rodrigo Martins Cintra. Em 2006, na época treinador do Santos, ele insinuou que o árbitro era gay durante uma partida contra o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. A decisão foi da 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo.

O julgamento aconteceu em segunda instância e ainda cabe recurso. A 3ª Câmara de Direito Privado entendeu que Vanderlei Luxemburgo atingiu a esfera íntima de Rodrigo Martins Cintra e manteve os fundamentos da sentença de primeiro grau.

No entanto, o tribunal reduziu o valor da indenização que a juíza Tamara Hochgreb Matos tinha decretado em R$ 100 mil. No treinamento desta quinta-feira, no CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, Zona Oeste da cidade, Vanderlei Luxemburgo não se manifestou sobre o assunto.

Do UOL

Nenhum comentário