Header Ads

Reflexões e Desabafos - By Katia Steelman Walker: PSICOPATAS & 'Karas legais'

A psicopatia é um distúrbio mental grave caracterizado por um desvio de caráter, ausência de sentimentos genuínos, frieza, insensibilidade aos sentimentos alheios, manipulação, egocentrismo, falta de remorso e culpa para atos cruéis e inflexibilidade com castigos e punições (Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre).

Hoje muito se falam dessas pessoas, os psicopatas, que podem estar ao seu lado fingindo ser amiga(o) e você nem imagina.

O encontro com um desses indivíduos geralmente nos deixam marcas, eles se aproximam com sorrisos, mostrando-se pessoas bondosas incapazes de cometer alguma maldade, nos dão a impressão que se prejudicariam em nome do bem de outra pessoa.
(imagem retirada da internet)

Outra característica são as histórias de vida, sempre vítimas das situações, como se fossem frágeis criaturas, nos comovem com suas lamentações, geralmente o roteiro gira em torno do desprezo dos pais, da família e amigos, ou seja, nos comovem com o papinho de ninguém me ama, como eu sofro.

Essas criaturas nos envolvem de tal maneira que muitas vezes controlam nossas vidas, estragando relacionamentos, família, contas bancárias, fazendo um estrago total no emocional e quando estamos totalmente perdidos, elas simplesmente vão atrás de outra vítima, mas se você consegue perceber a dissimulação antes do estrago feito, os psicopatas dão um show, choram para todos que a conhecem, dizendo o quanto injustiçados foram, e o papel vitimado mais uma vez entra em ação e você acaba sendo julgada a pessoa vilã da história.

Mas como não cair nas armadilhas desses verdadeiros sangue sugas? Eu tenho minha própria teoria, após ter me deparado com um desses seres, hoje em dia sempre desconfio de quem são so gentilezas, de quem esta sempre com aquele sorriso angelical, de quem jamais demonstra indignação ou raiva, pessoas que estão sempre se fazendo de frágeis, de vítimas e principalmente das pessoas que estão sempre exaltando o quanto são bondosas.

Na introdução do livro "Mentes Perigosas o psicopata mora ao lado" a autora Ana Beatriz Barbosa Silva, nos conta a parábola do sapo e o escorpião, onde um escorpião pede ao sapo para que o mesmo o atravesse o rio, o sapo cede à vontade do escorpião após vários apelos e o leva nas costas, porém, ao chegar à metade do rio o escorpião enfia seu ferrão nas costas do sapo, o sapo pergunta ao escorpião já afundando, o porquê dele ter feito aquilo, o escorpião responde: “Porque essa é a minha natureza.”

Prejudicar outras pessoas é a natureza dos psicopatas.

Nenhum comentário