Header Ads

Senador questionado por foto nu publicada em site gay renuncia

O presidente do Senado do estado de Porto Rico, Roberto Arango, demitiu-se ontem depois de serem divulgadas fotos suas muito reveladores que tinham sido publicadas num site de encontros para homens que procuram sexo com outros homens.

Roberto Arango era também o líder do partido PNP (New Progressive Party of Puerto Rico) que tinha a maioria na assembleia.

As fotos divulgadas pelos media apresentam o senador deitado numa cama completamente nú com o seu traseiro visível e com o telemóvel que tirou a foto a cobrir a sua cara, noutra foto aparece de tronco nú, novamente com um telemóvel a cobrir a cara. As fotos estavam disponíveis num perfil da popular aplicação com localização geográfica Grindr disponível no iPhone e usada por homens gays e bissexuais que procuram relacionamento com outros homens.

O ex-senador justificou-se numa entrevista televisiva em que lhe apresentaram uma foto sua em tronco nu dizendo que "tem perdido peso", que tem tirado muitas fotos durante o processo, mas "não se recorda de ter tirado esta foto em particular", mas não nega que o pode ter feito. Além das semelhanças físicas a pessoa na foto de tronco nú usa o mesmo colar que o senador usou em eventos públicos.

Roberto Arango site Gawker

senador Roberto Arango


O escândalo ainda é mais amplificado pelo facto de Roberto Arango ter sido um forte opositor aos direitos LGBT no estado e votou contra a igualdade no casamento para gays e lésbicas, e também contra a adopção por casais do mesmo sexo. Também foi um dos defensores de uma emenda constitucional que teria alterado a definição de casamento no texto fundamental do estado para incluir exclusivamente "um homem e uma mulher".

A aplicação Grind já tem mais de 300'000 utilizadores em quase 80 países.

Do Portugal Gay

Nenhum comentário