Header Ads

Simpósio de Direito Homoafetivo discute criminalização da homofobia

No segundo dia do Simpósio Pernambucano de Direito Homoafetivo o debate vai girar em torno da homofobia. Crimes homofóbicos, discriminação motivada pela orientação sexual e o medo de expressar a cidadania LGBT serão alguns dos assuntos discutidos no evento. Cerca de 200 pessoas participam das Simpósio que é promovido pela ONG Leões do Norte e o Diretório Acadêmico da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).

Na programação, que teve início às 10h, o debate é sobre “Políticas Públicas e o enfrentamento da homofobia”. Na mesa, Rildo Veras, Assessor Especial LGBT do Gabinete do Governador/PE; Rivânia Rodrigues, da Gerência de Livre Orientação Afetivo Sexual da Prefeitura do Recife; André Guedes, pedagogo e produtor do Documentário “Singularidade na Educação”; e Iris de Fátima, do Fórum LGBT de PE.

O Direito Homoafetivo é a nova arma para obter conquistas na Justiça.

À tarde, a partir das 14h, a discussão gira em torno do PL 222 que criminaliza a homofobia na mesa “Vulnerabilidade Social LGBT em foco e Criminalização da Homofobia”. O debate terá como convidados Jean Wyllys, Deputado Federal – PSOL; Westei Conde, promotor de Justiça do Estado de PE; padre Luís Corrêa, professor da PUC/RJ e Fundador do Grupo Diversidade Católica; Rhemo Guedes, advogado e diretor de projetos do Leões do Norte; e Maria Júlia Leonel, do D.A de Direito da UNICAP/FENED.

Serviço:
I Simpósio Pernambucano de Direito Homoafetivo
Local: Unicap
Data: 16 e 17 de setembro. A partir das 08h.

Do Pernambuco.com

Nenhum comentário