Header Ads

Casal transexual francês tenta reverter veto a casamento gay


Um cidadão francês que mudou de sexo para se tornar mulher, mas permaneceu com sua esposa, com a qual é casado há 15 anos, e seus filhos, está buscando o reconhecimento legal de seu status alterado, em um caso que pode reabrir o debate sobre a proibição ao casamento homossexual na França. Wilfrid Avrillon, um engenheiro de computação de 41 anos, tornou-se Chloe Avrillon após uma operação da troca de sexo há cinco anos e ainda mora com a esposa Marie-Jeanne, uma lésbica, e seus três filhos no oeste da França.

Avrillon apresentou seu caso a uma corte em uma audiência a portas fechadas na quinta-feira e agora está à espera de uma decisão em meados de dezembro, disse o advogada dela. "Nós estamos esperando há anos o reconhecimento das famílias como a nossa, que podem ser atípicas, mas funcionam bem", disse Chloe Avrillon a repórteres.

Uma proibição constitucional da França para os casamentos homossexuais foi confirmada pela mais alta autoridade constitucional do país em janeiro passado, em um caso apresentado por duas mulheres. O caso de Avrillon é diferente na medida em que o casamento precedeu a mudança de sexo.

O advogado Emmanuel Ludot disse que as autoridades judiciais não levantaram objeções durante a audiência de quinta-feira diante do pedido de seu cliente para que sua mudança de sexo de masculino para feminino fosse reconhecida, e tampouco sugeriram que o casamento fosse anulado.

Os conservadores que governam a França são contra o casamento gay, mas o socialista François Hollande, que segundo pesquisas de opinião tem chances de derrotar o presidente Nicolas Sarkozy nas eleições presidenciais do próximo ano, é favorável a uma mudança de lei para torná-lo legal.

Do Terra

Nenhum comentário