Header Ads

O limite da paixão é ir até o fim

Paixão só acaba depois de a exaurirmos, irmos até os limites da insanidade, diluir o excesso no meio da tempestade de prazer: exaustão, dor e confusão...a entrega absoluta sem limites, sem controle, submeter-se aos seus desejos mais insondáveis, paixão não termina pelo meio, não há outro meio de sair dela se não formos até o fim...da entrega, da luxúria, da dor...sem subterfúgios, limites ou racionalismos... paixão não se mede ou controla, é sempre muito e quero mais, até morrer...exausta de desejo e prazer. E sairmos vivos...até...

Nenhum comentário