Header Ads

Metro de Lisboa recusa publicidade da rede social gay Manhunt

Pelos vistos, “não vai ser desta que se verá publicidade da rede social gay Manhunt com dois homens de tronco nu na vertigem de um beijo ou até de t-shirt num abraço” no metro de Lisboa, segundo podemos ler no P3. A razão apontada pelo Metropolitano de Lisboa (ML) para a recusa da campanha em causa foi que esta poderia “ferir susceptibilidades”.

Iúri Vilar, o responsável em Portugal pela Manhunt – uma rede social norte-americana utilizada sobretudo por homens homossexuais para combinar encontros – terá contactado a Multimedia Outdoors Portugal (MOP), empresa que gere a publicidade no ML, na tentativa de fazer publicidade na rede de metro da capital.

De acordo com aquilo que é reportado pelo P3, “em Outubro foi assinado um contrato, segundo o qual a Manhunt teria 15 múpis (Mobiliário Urbano Para Informação) nas estações mais centrais, nomeadamente Rato, Saldanha, Picoas, Marquês do Pombal, Cais do Sodré e Restauradores” e “o objectivo seria arrancar com a campanha em inícios de Dezembro.”

O que se sabe agora é que “o ML foi solicitado a pronunciar-se sobre a campanha proposta em Janeiro deste ano, tendo recusado a autorização na mesma semana em que [recebeu] o pedido."

O Hardmusica tentou obter alguns esclarecimentos sobre esta questão junto da MOP, mas ainda não conseguiu qualquer reacção por parte da mesma até ao momento.

Do HardMusica


Nenhum comentário