Header Ads

“Matador de travestis' morre em Dourados

O jardineiro Paulo Sérgio de Oliveira, o "Careca", também conhecido como 'matador de travestis', morreu na manhã de hoje, em Dourados, vítima de infecção generalizada. Paulo cumpria pena na Penitenciária de Segurança Máxima (PHAC) condenado a varios homicidios.

Ele estava internado no Hospital Universitário e tinha sido removido para o Hospital da Vida para ser submetido a exames porque necessitava passar por cirurgia. Paulo, que era soropositivo, estava com o pâncreas comprometido e não resistiu ao quadro que agravou nos últimos dias. A informação foi confirmada pelo advogado dele, Isaac Duarte de Barros Júnior.

Paulo Sérgio já foi condenado a mais de 180 anos de prisão por dezenas de assassinatos praticados em Dourados e no estado de São Paulo. Somente em Dourados ele matou mais nove travestis na década de 90, além de um taxista e uma doméstica. Ele já havia cumprido 13 anos de prisão, na PHAC, em Dourados.


O último crime teria ocorrido em junho de 1997, quando ele matou com cinco tiros o travesti Alcendino José Fernandes, também conhecido como "Cidinha". Conforme descrito no processo, a vítima estava sentada em frente a um estabelecimento comercial na avenida Weimar Torres, quando foi morta com cinco tiros. Como fugiu do local, na época o assassino não foi descoberto. Ainda com base no processo, após esse homicídio Paulo passou a praticar diversos outros na cidade contra travestis, até que foi reconhecido e preso.

Do Midiamax


Nenhum comentário