Header Ads

Travesti preso por tráfico ganha direito de ser ela no meio de presos masculinos

Cassie Wallace, nascido William, tornou-se a primeira travesti presa em uma penitenciária para homens na Escócia.
Mas, ao ser encarcerado por tráfico drogas, ele teve que esconder que se travestia. Cassie evitava tomar banho com outros detentos, para que pudesse, tranquilamente, depilar as pernas.

"Estar entre todos aqueles homens era angustiante. Tomar banho era desconfortável. Eu costumava esperar até bem tarde para que ninguém me visse depilando", contou Cassie ao "Scottish Sun".

Para conseguir "roupas femininas", Cassie cortava os lençóis e fazia os modelos. Mas só usava dentro da cela, onde estava sozinha.

Não dava para esconder por muito tempo, e Cassie conseguiu convencer o diretor da prisão a deixá-lo se travestir. Os advogados do detento haviam argumentado que impedi-lo de se travestir era uma violação dos direitos humanos.

Cassie também ganhou o direito de visitar a sua casa, em Glasgow. Em janeiro, pela primeira vez, a travesti voltou à prisão usando roupas femininas.

Nenhum comentário