Header Ads

Beth Scott vence batalha judicial para cobertura de mamografia em New Jersey





Uma transexual de 44 anos residente em New Jersey venceu uma disputa judicial contra a sua seguradora de saúde relacionada à cobertura de sua mamografia, segundo a página eletrônica Transgender Legal Defense & Education Fund (TLDEF). A vitória de  Beth Scott ocorreu depois de várias apelações e uma longa disputa com a seguradora Aetna.
A disputa, segundo o TLDEF, começou depois que Scott se submeteu à uma mamografia há quase 2 anos. O relatório indicou que o procedimento médico foi resultado de uma recomendação médica. A Aetna, segundo o comunicado, alegou exclusões e justificou não aceitar pagar a conta porque Beth havia desenvolvido seios após a cirurgia de mudança de sexo.
Scott e o TLDEF argumentaram que mamografias não têm nada a ver com a mudança das características sexuais de uma pessoa. Eventualmente, a Aetna mudou de decisão e concordou em cobrir os custos do procedimento. O comunicado também detalha que a vitória de Scott também provocou a mudança no plano de saúde da Aetna, garantindo que os transexuais tenham acesso a cuidados médicos específicos, incluindo exames de próstata e cuidados ginecológicos.



Nenhum comentário