Header Ads

Miss Transexual Ceará é barrada em banheiro do PIRATA BAR


 Na noite da última segunda-feira, 3, a miss transexual Ceará 2013, Raphaella Lopes, 22 anos, foi impedida de entrar no banheiro feminino do Pirata Bar, localizado na Praia de Iracema. Após o episódio, a miss, que disse ter passado por um grande constrangimento, prestou um Boletim de Ocorrência (B.O) no 2º Departamento de Polícia e publicou o relato do acontecimento em sua página do Facebook, juntamente com um vídeo feito pela jovem na noite do episódio.
De acordo com Raphaella, o ingresso de entrada custava R$ 40,00 a inteira e R$ 20, a meia. Ela apresentou sua carteira de estudante na entrada para pagar metade do valor e ao entrar no estabelecimento, contou que foi várias vezes ao banheiro sem sofrer nenhum tipo de interferência.
Na última vez, uma mulher se encontrava na porta do banheiro, informando que elas não podiam entrar e que se dirigissem para o banheiro de deficientes físicos. Raphaella e amiga alegaram que não possuíam nenhuma deficiência e que tinham o direito de entrar no banheiro feminino. Ao ser informado do caso, o gerente do local teria afirmado que elas só poderiam entrar no banheiro caso constasse na identidade das duas que elas eram do sexo feminino.
A miss informou também ao O POVO Online que o episódio causou transtorno no local e bastante constragimento, pois várias pessoas notaram o desentendimento. Policiais que estavam no local chegaram a falar com as jovens para verificar o que estava acontecendo.
"Imagina só, eu e uma amiga trans entrando no banheiro masculino ou no de deficientes físicos, apenas por conta do preconceito de um ser humano hipócrita e ignorante. Gravei um vídeo, onde consta toda a situação que ocorreu, logo logo divulgo ele aqui no facebook, assim como o B.O que fiz contra a casa por conta do constrangimento causado a mim e a minha amiga", escreveu Raphaella em sua página no Facebook.



O Pirata Bar emitiu uma nota de esclarecimento sobre o fato:

http://4.bp.blogspot.com/_6CmholyBPLI/Rmcz3hnU0MI/AAAAAAAAAfs/TcOj5mDJk-U/s400/Pirata-Bar-stor.jpgNOTA OFICIAL DO
        PIRATA BAR
A direção observou que o nosso cliente se apresentou com identidade masculina. Nossa preocupação é possibilitar o bem estar de todos os frequentadores. A direção coloca a disposição um wc privativo para atender a todo o nosso público.
- Informamos também que para o bem estar desse cliente especifico não foi pedido que use o wc masculino (como é pedido em outros estabelecimentos). Já que nosso wc privativo, oferece conforto e privacidade.
- Finalmente informamos que somos um estabelecimento comercial que tem como objetivo fazer com que todos os grupos, gêneros, estilos e gostos, possam conviver de maneira harmoniosa. Ressaltando ainda que, já tivemos festas (na época) GLS. Portanto, apoiamos o direito de liberdade para a felicidade de cada um.

Raphaella Lopes foi a vencedora do concurso Miss Ceará 2013 e vai representar o Ceará no concurso nacional que vai ocorrer em agosto deste ano.

Do O Povo

O Pode Contar foi conhecer a Raphaella Lopes, ela nasceu Felipe, mas desde criança já percebia que era diferente. Apesar de não entender o que é a transexualidade ela sabia que não era gay. Foi em uma consulta a psicóloga que foi constatado que Raphaella é transexual.
A transformação para ela será total, nos documentos Raphaella ainda se chama Felipe, mas em breve, ela dará entrada no processo para mudança de nome e espera a autorização da psicóloga para realizar a cirurgia de mudança de gênero.
Ela já conseguiu quebrar algumas barreiras, como, por exemplo, usar seu nome social no crachá de trabalho com autorização dos chefes, mas o preconceito ainda é muito grande. Segundo ela, os homens ainda não conseguem assumir relacionamentos sérios com transexuais e o preconceito se reflete também no trabalho.

(Programa Pode Contar- NordesTV, Tribuna do Ceará) - Via: Blog Diarios Políticos

Nenhum comentário