Header Ads

Reflexões e Desabafos - By Katia Steelman Walker: Reflexões que não são minhas mas poderiam ser...

Minha querida amiga Aline Ishtar fez um lindo post (aqui) no Facebook acerca da transição dela... 

Achei lindo e emocionante o texto dela que muito me tocou... 

Assim, depois de pedir autorização, achei por bem dividir ele com vocês que cultuam esse universo feminino das crossdressers...

Segue o post:


"Refletindo...🤔
Quando já se viveu 40 anos de um jeito e começa-se a viver experiências de outro, como no meu caso... uma vida toda de homem 👱🏻e de repente começa a experienciar vivências típicas femininas👩🏼, é tudo muito, muito diferente.
Pra quem nasce mulher é tudo normal. Elas não tem o fator de comparar. Elas não sabem como é diferente usar uma saia, um soutien, uma maquiagem💄, porque pra elas sempre foi assim. Elas desde pequenas sabem que quando crescer irão sair de salto alto👠, de batom. Elas vão furar as orelhas pra colocar brincos lindos e não pra se "subverter" como era antes com os meninos que faziam isso.
As meninas não sabem como é estranho usar uma sandália delicada, 👡unhas pintadas💅🏻... porque isso é parte da vida delas desde sempre.
Mas pra uma pessoa que viveu como homem, é tudo muito novo e estranho. Tudo diferente, sensações diferentes demais.
Lembro até hoje a primeira vez que usei um vestido fora de casa💃, na casa de um amigo. A sensação era de estar pelada. Já que a vida toda usei bermuda e camiseta. Um vestido de alcinha e comprimento no meio das coxas da uma fragilidade enorme. A saia mexendo, podendo subir com o vento. Os ombros de fora... tudo exposto. 👗
É algo a se acostumar.
E eu quero acostumar.
Quero sentir como se "sempre tivesse dito assim".
Sei que isso pode não acontecer. Já que metade da vida já passou e tive que viver como se fosse homem mesmo graças a este corpo em que eu vim.🙏🏼
Hoje entendo que sou mulher💖 e não é meu corpo que determina isso. É meu "eu" mais interior.💆
Não preciso de seios ou de salto alto, nem vestido pra ser mulher. Eu já sou. Sempre fui. Mas nunca aceitei.
Agora que sei quem sou, me aceito.
E quero usar as coisas porque gosto delas. Não porque eu preciso.
Sou mulher mesmo em roupas masculinas. Uma mulher sem seios ainda é mulher.💃💃
Mas ela aumenta, coloca, se cuida.
Hoje me sinto mais madura.
Aos poucos, isso pode e deve se manifestar.
Obrigada se leu tudo.
É um desabafo mesmo, uma constatação e uma satisfação as pessoas que me acompanham e me amam aqui pelo Facebook.
Não está sendo fácil, mas está sendo. Acontecendo !
❤️❤️❤️❤️💛"

Nenhum comentário