Uma Crossdresser Gordinha Complicada e Imperfeita

Mostrando postagens com marcador Comic. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Comic. Mostrar todas as postagens

Pernalonga, o coelho feminino

As vezes eu não sei dizer se o Pernalonga é uma grande referência do mundo en femme ou ele merece ser criticado pela imagem politicamente incorreta de alguns episódios. No entanto, considerando as peculiaridades da época em que o desenho foi lançado, eu jamais conseguiria criticar esse coelho malandro que adora se vestir de mulher para enganar os seus caçadores e não virar um banquete.
Pernalonga em "What's Opera, Doc?" (1957)
Desde criança eu acompanho esse personagem, que está próximo de completar 80 anos, e sempre fui cativada pelo seu lado feminino que, apesar dos exageros da comédia, consegue ser delicado. Alias, até a deusa RuPaul comentou em uma entrevista que foi o Pernalonga quem a introduziu ao mundo das drags.



A propósito, será que ele se considera uma drag, uma crossdresser, uma trans ou o que?
Considerando que na década de 30 os female impersonators (transformistas) vinham ganhando espaço nos palcos, suponho que isso tenha servido de inspiração para os redatores do desenho. Inclusive no ano de estreia do personagem eles já o colocaram fantasiado de cachorrinha para ludibriar o cachorro do caçador.
Pernalonga em "Hare-um Scare-um", 1939
Os principais desenhos do Pernalonga foram lançados nas séries Looney Tunes e Merrie Melodies da Warner Bros. Animation durante o período de 1939 a 1964 e eu os assisti (e me diverti) durante os anos 90 como se fosse qualquer outro desenho contemporâneo. Nesse intervalo de tempo o coelho comediante apareceu em 168 episódios sendo que em 43 deles ele se apresenta en femme, ou seja, ele se montava pelo menos 1 vez a cada 4 episódios!!! (poxa, nem eu me monto com tanta frequência quanto ele!!)
A seguir apresento uma coletânea de aparições do Pernalonga en femme. Muitos desses desenhos me despertaram memórias divertidas, espero que desperte algo semelhante em vocês também:


Para finalizar, uma das montagens mais impressionantes da Pernalonga!
A cena foi retirada do filme Looney Tunes: De Volta à Ação (2003):



Postado originalmente no Blog O homem feminino
Share:

Transgênero? Ursinho Pooh é, na verdade, fêmea

Quem ainda não se recuperou do choque causado pela notícia de que Hello Kitty não é exatamente uma gata deve se preparar para a nova bomba do mundo infantil. O Ursinho Pooh, na verdade, é uma garota, ou pelo menos era. O personagem, inspirado em uma ursa fêmea que realmente existiu, passou por uma mudança de gênero entre a realidade e a ficção. A revelação foi feita pela escritora Lindsay Mattick em Finding Winnie, livro infantil que narra a origem da história do que ela chama, sem modéstia, de o "urso mais famoso do mundo".

De Veja

Share:

Modelo Transexual gasta 750 mil reais para ficar parecida com Jessica Rabbit

 Enquanto Heidi Klum gastou cerca de 10 horas para se transformar na sensual personagem animada Jessica Rabbit, mulher do coelho Roger em Uma Cilada para Roger Rabbit (1998), para sua festa de Halloween deste ano, uma outra mulher foi além na caracterização.

Cassandra, uma modelo e performer transexual que virou notícia no programa Botched, do canal E!, gastou nada menos que 200 mil dólares (algo em torno de 750 mil reais) para se transformar em Jessica.

E ela não pretende parar por aí! Cassandra revelou durante o programa que quer ir além: mexer no nariz e afinar ainda mais a cintura. "Só vou aos melhores quando se trata de cirurgias plásticas. Eles têm os melhores métodos do país", disse ela sobre os doutores do programa, Paul Nassif e Terry Dubrow.

Cassandra já se submeteu a intervenções para feminilizar o rosto e modificar nariz, lábios, bochechas, seios, quadris e seu próprio sexo. "Eu costumava ser Roger", brincou ela sobre a transição de homem para mulher. O pomo de Adão da performer também saiu de cena em uma de suas internações.

Da Revista Quem

A modelo transexual Cassandra Cass gastou R$ 750 mil para se transformar na personagem de desenho animado Jessica Rabbit, criada por Robert Zemeckis.

Cassandra contou que além de fazer cirurgia para mudança de sexo, já fez intervenções no nariz, lábios, sobrancelhas, bochechas, seios e quadris.

A atriz, que participa de um programa sobre plástica nos Estados Unidos, pretende modificar ainda mais o nariz e afinar a cintura. Tudo isso para ficar ainda mais parecida com a personagem que é sua inspiração.

Do IG



Share:

Comic: Confissões de uma prostituta Crossdresser - Parte 1

Titulo Original: Confessions of the lewd crossdresser masochist whore Keiko – Part 1 
  • Modo de leitura: Direita para Esquerda
  • Classificação: +18

jmk01 jmk02 jmk03 jmk04 jmk05 jmk06 jmk07 jmk08 jmk09 jmk10 jmk11 jmk12 jmk13 jmk14 jmk15 jmk16 jmk17 jmk18 jmk19 jmk20 jmk21

Share:

Conto: Transformando ele em minha menina!

Tudo começou na loja onde sou um dos gerentes, quando um cliente que me é próximo pediu para arrumar um trabalho para o filho dele.

Apesar de ser um cara rico o cliente não queria que o filho começasse na empresa dele e por isso seria bom iniciar a vida profissional onde ninguém soubesse de onde ele vinha...
Ele fez a seleção e passou com louvor. Pois nos testes de aptidão demonstrou ter um nível de conhecimento acima da média. Além disso demonstrou ter um conhecimento avançado de matemática.
Assim q ele começou a trabalhar na loja, percebi que algumas da historias que eu ouvi dele no passado, de que ele se vestia de mulher deveria ser mesmo verdade, já que ele tinha um jeitinho discreto o que somado as suas habilidades acima da média dos demais empregados, o tornavam diferente. Além disso ele era muito quieto, não gostava de brincadeiras e invariavelmente ficava conversando com as demais funcionarias da firma denotando que ele era pouco enturmado com o "macharal".
Mas mesmo trabalhando na administração, cuidando da burocracia da loja ele não se  furtava de as vezes pegar no pesado ajudando "no braço" a pôr o estoque em ordem principalmente quando os outros empregados já haviam ido embora e precisávamos acabar de arrumar as mercadorias... 
Como sou chegado em comer um rabinho, mesmo sendo de um homem, ainda mais de um garotão novinho, e aproveitei uma oportunidade para dar uma cantada no garoto mas ele não dava espaço.



Até que um dia no fim do expediente, ele já estava de saída para academia e vendo ele naquele shortinho não resisto e cheguei junto. A principio ele não entendeu, mesmo eu sendo direto de que eu sabia da historia dele e que queria vê-lo montada.

A princípio ele recusou dizendo que tinha vergonha de mim. Mas diante da minha insistência e da minha demonstração de compreensão creio que ele sentiu-se protegido e resolveu se mostrar para mim.

Depois de uma longa conversa (e diante da minha insistência), Ele topou, mas ficou dizendo que eu teria de ser super sigiloso, pois não queria mesmo que alguém soubesse, pois não tinha a intenção de assumir a sua bissexualidade e tal...

Dito isso ele foi ate o banheiro da minha sala, enquanto eu trancava a porta e fechava as persianas e o aguardava sentado no sofá da minha sala...




Quando ele apareceu vestidinho de mulher, ela mais parecia uma ninfeta. Cheguei junto dele e disse que ele tava linda! Nos beijamos e passamos um tempo atracados aos beijos e amassos... 
 
Quando dei por mim estávamos sentados no sofá... Ele meio sem jeito, ajoelhou-se e pegou no meu cacete, lambeu a cabeça enquanto eu o guiava com a minha mão o conduzindo para ele me fazer um belo boquete.

Tive que me conter pra não gozar... Mas assim que percebi que "ela" estava afim de ser enrabada, peguei um KY, que providencialmente eu já havia colocado na mesinha ao lado do sofá e lambuzei meu cacete e aquele cuzinho maravilhoso!


Após termos tomado uma cervejinha que deixo no frigobar para "momentos especiais", e  uma vez já restabelecido da foda, comi "ela" mais uma vez, mas dessa vez judiei dele, metia com força, era pra rasga-la mesmo, deixar ele todinho alargado, inchado... Fodido... Pra não esquecer nunca da experiência.


Texto entre os desenhos: Katia Steelman Walker
Share:

Reflexões e Desabafos - By Katia Steelman Walker: Fantasias recorrentes: Submissão e Mulher Maravilha...

Quando eu era garoto sempre que eu lia historia em quadrinhos em que tinha mulheres curvilineas de roupa curta e de pernões eu ficava com muito tesão. Também não vou negar que as vezes eu queria ser uma daquelas garotas... Por vezes cheguei a tentar desenha-las, mas nunca ficava legal porque não tinha talento para isso. Não vou negar as vezes em que quis ser a própria mulher maravilha...

Dicesar com roupas do dia-a-dia e montado como Dimmy à Mulher Maravilha

Uma vez lembro que uma das minhas irmãs ganhou uma fantasia de lycra que eu é claro na primeira oportunidade surrupiei e fugi para o banheiro só para experimentar... O Fato é que imaginação não faltava.


Há algum tempo me deparei com um excelente e fantástico site que me encantou tanto pela qualidade das ilustrações, quanto pelo argumento das historias retratadas nos quadrinhos. o nome desse site é o Lustomic.
Mas o que tem os quadrinhos que eu achei tão bons? Como eu já disse, para começar a temática crossdressing, onde em geral o cara é feminizado. Tem a do cara que é sequestrado e doutrinado e forçado a se travestir, o que toma a porção mágica e vira mulher, o que vira sissy maid, o que é escravizado... tudo em meio a saltos altos, corselets apertadíssimos e curvas maravilhosas!


Pessolmante tem uma historinha que foi a que me levou a fazer esse post que é a historinha chamada 'Boss to Bimbo' (acima) que em uma tradução livre quer dizer 'De chefe a brinquedinho'. Essa do cara ser submetido aos caprichos de uma mulher altiva que faz dele gato e sapato e depois o feminiza é outra fantasia que da muito tesão... (pessoalmente eu preferiria que fosse um cara que fizesse o papel da mulher nas fotos) mas as ilustrações servem de referencia...


Pessoalmente prefiro esse estilo... So que a garota tinha de ser uma Crossdresser...
Share:

Minha transformação...

Tudo começou com uma fantasia minha. Eu gosto de inversão de papeis. A inversão ela quis a feminização. Dentro de casa me obrigava a vestir as roupas dela. Eu comecei a gostar...
Com o passar do tempo somente as roupas não eram o suficiente para ela. Ela me queria o mais feminina possível. Ela passou a me aplicar hormônios e eu comecei a ter seios. Eu gostava dos meus seios e minha nova condição. Ela me vou na shopping para fazer compras e comprar meu primeiro sutiã.
Ela me levou outro dia ao shopping desta vez ao salão de beleza que suas amigas frequentavam...
Foi o centro das atenções e todas falaram de mim. Fiquei amiga delas e eu e minha namorada ficávamos cada vez mais apaixonados e fazíamos sexo todos os dias... ela me comia ao menos duas vezes ao dia... as doses dos hormônios aumentaram... e eu passei a mudar meus interesses...
As amigas de minha namorada viam nos visitar e eu era um amiga...
Mas minha namorada tinha outros planos...  em casa passei a suar espartilhos apertados para formar cintura e até a dormir com eles... eu gostava... meu corpo ficava mais feminino...
Minha namorada continuava a me levar no shopping para comprar brincos e roupas... e eu já andava de mulher para todos os lados... adorava dar... mas estava tendo problemas com ereção... então ela falou que agora eu tinha uma buceta... e que iríamos a um sexshopping fazer compras.... ela me comprou uma calcinha que tinha uma buceta nela... e falou que agora eu era uma mulher e deixei de ser o homem dela...
Eu me sentia uma mulher... mais minha namorada estava frustrada por eu não ter mais ereções e começou a ser mais sádica comigo...
Com o passar do tempo ela falou que já que eu era mulher deveria procurar um homem para mim...
e saímos com este objetivos... eu até dancei com um... mas isto não me atraia...
Ela se cansou da frustração, falou que me amava mas que precisava de um homem... e eu concordei..
Ela falou que iria se casar comigo mas ele seria o homem da casa... ele foi o nosso padrinho...
casei de noivinha...
Hoje sou a escrava sissy dos dois... e sou feliz e tenho muito prazer nisto...
Share:

-

BANNER 728X90

Video Recomendado

-

AD BANNER

Visualizações

About & Social

Sobre este blog

Aqui eu não sou homem ou mulher. Sou um adepto do crossdresing. Sou uma Crossdresser - CD ou CDzinha. Desde os 9 anos, adoro lingeries e roupas sexyes. Levo uma vida normal masculina e tenho uma vida clandestina feminina.

Me proponho aqui a falar um pouco de tudo, em especial das Crossdressers, dos transexuais, dos Travestis e da enorme comunidade
LGBT existente em todo o mundo. Um estilo de vida complicado e confuso (para alguns)... Este espaço também se presta para expor a minha indignação quanto ao ódio e preconceito em geral.

Observo que esse é um blog onde parte do que aqui posto pode ser considerado como orientado sexualmente para adultos, ou seja, material destinado a pessoas maiores de 18 anos. Se você não atingiu ainda 18 anos, ou se este tipo de material ofende você, ou ainda se você está acessando a internet de algum país ou local onde este tipo de material é proibido por lei, NÃO siga 'navegando'.

Sou um Crossdresser {homem>mulher} casada {com mulher - que nada sabe} e não sou um 'pedaço de carne'.

Para aqueles que eventualmente perguntam sobre o porque do termo 'Crossdresser GG', eu informo que lógico que o termo trata das minhas medidas. Ja que de fato visto 'GG'. Entretanto alcunhei que 'GG' de Grande e Gorda, afinal minhas medidas numéricas femininas para Blusas, camisetas e vestidos são tamanho: 50 e Calças, bermudas, shorts e saias são tamanho: 50.

Entre em contato comigo!

Nome

E-mail *

Mensagem *

busque no blog

Arquivo do blog

TROCA DE LINKS

Apoio ao Crossdresser
Universo Crossdress
Márcia Tirésias
Club Cross
Fórum Crossdressing Place
Jornalismo Trans - Neto Lucon
Kannel Art
Noite Rainha Cross
Diário de uma Crossdresser

Gospel LGBT
Dom Monteiro - Contos do Dom
La nueva chica del bairro
Ravens Ladies
Travestismo Heterosexual

CROSSDRESSER
Nathasha b'Fly
Veronica Mendes
Camilinha Lafert
Kamila Cross BH
Sophia Mel Cdzinha

DANYELA CROSSDRESSER
Duda CD
Bruninha Loira sapeka
Cross Gatas
Klesia cd
Renata Loren
Coroa CD
Suzan Crossdresser
Érika Diniz
CDZINHA EXIBICIONISTA
Aninha CDzinha
Camila Praz
CD VALDETTY
CD Paty
Cdzinha Moranguinho
Jaqueline CD
Paty Cdzinha

Contos Eróticos da Casa da Maitê
Elite Transex

Mais

Mais vistos na ultima semana

Tags

Postagens mais visitadas há um ano

Postagem em destaque

Renata Montezine arrasando como sempre

Renata Albuquerque Montezine é atualmente uma das mulheres trans, de maior sucesso no país. Já foi modelo plus size, sendo a primeira...

Pages