Uma Crossdresser Gordinha Complicada e Imperfeita

Mostrando postagens com marcador DICA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador DICA. Mostrar todas as postagens

Thalita Zampirolli investe em carreira nos Estados Unidos



Há alguns meses, Thalita Zampirolli começou uma grande mudança não só na sua vida pessoal, mas também na profissional.

A modelo decidiu se mudar para os Estados Unidos a fim de aprimorar seus conhecimentos e assim refletir isso na carreira que pretende traçar daqui uns anos.

A morena estuda o idioma local e faz cursos de artes cênicas.

"Vim para os EUA para estudar e estou totalmente focada nessa nova fase da minha vida. Estudo inglês e artes cênicas e pretendo investir na minha carreira de atriz aqui”, disse Zampirolli.
 
Ainda sabendo da dificuldade que é conseguir um espaço em um mercado tão concorrido como o mundo do entretenimento norte americano, ela disse estar disposta a superar seus limites e conquistar seus sonhos.

“Eu sei que não será fácil, mas estou pronta para seguir essa jornada enfrentando tudo o que vier pela frente.

O que nos faz forte o suficiente para vencer uma batalha, seja ela em qualquer campo de nossas vidas, é o quanto você deseja cruzar a linha de chegada, o quanto você resiste até o final da corrida e eu estou pronta para superar os meus limites", disse a atriz.

Do Fuxico

 
Share:

Reflexões e Desabafos - Minha vida como crossdresser

Eu era um garotinho quando minha mãe me vestiu pela primeira vez. Eu acho que é quando meu crossdressing começou. Eu sou um homem e não quero mudar meu sexo, mas cresci com duas irmãs. 

Eu sempre gostei de crossdressing, então se minha esposa quisesse me vestir, eu não lutaria contra isso. Eu sinto que sou uma mulher no corpo de um homem. Eu não escondo nada da minha esposa, então ela sabe que eu me visto. Ela não é a favor do meu crossdressing mas ela me ama e eu a amo.

Eu sei que não sou mulher e não estou interessada em namorar homens. Eu fico relaxado quando me visto. Eu gosto da sensação da roupa. Eu compro todas as minhas coisas que eu uso.

Se você acha que é errado se vestir, então por que Deus nos colocou aqui sem roupa? Eu não acho que Deus disse que essas roupas são apenas para homens e essas roupas são para mulheres e apenas mulheres. Então, assim como outros homens gostam de esportes, eu gosto de "me vestir de mulher". Eles têm seus hobbies e o meu é crossdressing.

Eu não tento me tornar algo que eu não sou. Eu me visto porque gosto do jeito que me sinto e isso me relaxa. Lucy Quero agradecer por este site. Eu também não gosto de pornografia. Então Lucy esta é a minha vida. 

Tenho 62 anos e aproveito minha vida com minha parceira e esposa, a quem eu amo mais do que qualquer coisa.

Obrigado por ouvir minha história e espero que tenha gostado de ler tanto quanto eu gostei de contar.

 

Por Jammey - Do World of Crossdressing - Adaptação e foto By Katia Steelman Walker 
Share:

Crossdresser: Um olhar sobre os conceitos de Crossdressing e Crossdresser

Na Biologia o genótipo é a composição genética de cada ser vivo adquirida hereditariamente.

A definição de gênero, genotipicamente falando, é dada pelo Sistema XY, no qual, majoritariamente, o gênero feminino é XX e o masculino é XY. Já o fenótipo consiste nas características externamente visíveis de um determinado genótipo, como aparência e comportamento.

Assim, quanto ao gênero, podemos falar em fenótipo feminino e fenótipo masculino.
Uma pessoa com genótipo e fenótipo masculinos que se não identifica com o gênero masculino pode buscar uma transição para o gênero feminino, da mesma forma que pessoas do gênero feminino, genotípica e fenotipicamente, o podem.

Trata-se de uma transição fenotípica de gênero, onde a pessoa busca adotar a aparência que melhor se adequa ao que sente em seu íntimo, pois nem sempre a identidade de gênero corresponde ao mesmo gênero biológico (cisgênero), mas sim ao oposto (transgênero).

Essa transição pode ser permanente e não permanente. A transição permanente implica em intervenções corporais visando alterar a aparência de maneira permanente, como por meio de terapia hormonal e cirurgias. Já a transição não permanente ocorre por meio de adoção de comportamentos e uso de objetos relacionados ao gênero oposto e pode ser em tempo integral, quando a pessoa adota um perfil feminino em seu dia-a-dia, ou ainda eventual, situação na qual a pessoa escolhe determinados momentos para realizar tal transição. 

Crossdressing, segundo o Cambridge Dictionary, é o ato de vestir roupas normalmente usadas pelo sexo oposto. Contudo o crossdressing transcende a definição do dicionário, englobando ainda a adoção de comportamentos, acessórios e, algumas vezes, o comportamento sexual típico do gênero oposto. Trata-se, portanto, de uma forma de transição de gênero não permanente, pois não implica em nenhuma alteração corporal cirúrgica ou hormonal, que pode ser por tempo integral ou temporária.

Crossdresser é alguém que, por meio do crossdressing, muda de gênero de maneira não permanente e eventual, com o uso de elementos e adoção de comportamentos típicos do gênero oposto. Desse modo temos a mudança do tipo MtF (Male to Female), na qual um homem adota a aparência do gênero feminino, e a do tipo FtM (Female to Male), onde uma mulher adota a aparência do gênero masculino.

Há uma visão estereotipada, especialmente sobre crossdressers MtF em função do comportamento sexual de algumas, na qual são vistas como pessoas sempre em busca de envolvimentos com homens e sexualmente submissas. Entretanto, ser crossdresser nem sempre significa dizer que a pessoa é homossexual, pois a transição não necessariamente envolve atração sexual por pessoas do mesmo gênero biológico.

Do BCS - Brazilian Crossdressers Society
Share:

Como tratar uma boneca: dez dicas para um T-Lover iniciante

Hoje em dia, muito se comenta sobre os T-Lovers, termo que designa os homens que gostam de travestis e transexuais. Nós mesmos já pusemos no ar uma reportagem a respeito. O que, no entanto, pouco se fala é sobre o que um T-Lover iniciante precisa saber sobre o universo trans para não dar bola fora!

As dicas abaixo foram dadas por trans que entrevistamos e por pesquisas em algumas comunidades do orkut – e valem tanto para uma relação estável quanto para aquele sexo casual. Logicamente, elas não refletem a opinião de todas as bonecas, mas servem como uma base séria para viver bem uma conquista.

1 - Mulheres com algo a mais
Antes de tudo, um iniciante precisa ter uma coisa em mente: trans são “mulheres”. Dia e noite, elas se vestem, se comportam e pensam como mulheres. Algumas sempre foram assim, desde crianças; outras se transformaram mais tarde – mas é inegável que todas gostam de ser tratadas como mulheres, no feminino.

2 - Conforto e segurança
Se você busca mais do que sexo, conheceu uma boneca e gostaria de se encontrar com ela para, quem sabe, engatilhar um relacionamento, deixe que ela decida o lugar para o qual vão sair.

A vontade de agradar pode ser grande, mas é preciso saber que as bonecas sofrem ainda muito preconceito e são alvo de olhares tortos por uma parcela da sociedade. Assim, um restaurante ou um bar inadequado pode fazer com que a trans se sinta deslocada ou observada demais, o que pode acabar com todo um clima.

Se, ainda assim, você quiser escolher, no mínimo, tenha certeza de que não a está levando para um estabelecimento conservador e retrógrado.

3 - Carinhos sem fim
Travestis e transexuais formam uma parcela estigmatizada da sociedade e, talvez por isso, costumam ser muito carentes e sempre com um pé atrás – mas, no fundo, o que elas mais querem é carinho e atenção.

Vá com calma, para não assustar, mas ofereça companhia e dê o carinho que merecem. É o que aconselha a transexual Bruna. Namorando há três anos, Bruna conta que terminou seu namoro duas vezes porque não conseguia colocar na cabeça que também podia ser feliz: “Ele me dava carinho, ficava ao meu lado, falava que queria namorar, ter um relacionamento sério – mas eu não acreditava [...]. Que bom que aprendi”.

4 - Sempre as preliminares
Preliminares sexuais são importantes em qualquer tipo de relacionamento. Com elas, não é diferente.

As trans nos disseram que costumam começar com os seios sendo chupados – e vão ao delírio quando são lambidas na parte entre o ânus e o saco escrotal. Claro que também adoram ser penetradas pela língua e amam ter os pés beijados.

5 - Sexo verbal
Com exceção das trans profissionais do sexo, que costumam fazer de tudo, as que mantêm uma vida comum, às vezes, têm algumas restrições.

Muitas trans nos disseram que gostam de receber sexo oral – e gozam, muitas vezes, só com essa prática. Outras, a minoria, disseram que não querem ter o pênis tocado por se considerarem mulheres.

O que fazer? Para não correr riscos, o melhor é perguntar durante uma conversa ou mesmo na hora do sexo. Se preferir, peça para ela guiá-lo na cama – a brincadeira fica até mais gostosa!

6 - Chame pelo nome
Um erro muito comum cometido pelos homens que têm um relacionamento, seja ele sério, seja apenas um affair, é não saber apresentar suas namoradas trans.

Na hora de ir a uma balada, ou encontrar os amigos, jamais a apresente dizendo, por exemplo, “esta é a minha namorada, e ela é trans”.

Talvez, para você, não pareça, mas isso é rotular e pode levar seu relacionamento por água abaixo. Apresente-a por seu nome. Caso alguém pergunte e você se sinta bem em responder, diga, então, o gênero dela – mas não a subestime.

7- Posições sexuais
As respostas sobre as posições sexuais em que elas mais sentem prazer foram as mais imprecisas em nossa pesquisa com as bonecas – pesquisa esta que originou o presente artigo. O que ficou claro é que tudo depende do clima e do momento.

Às vezes, dependendo do tamanho do pênis do parceiro, algumas posições podem ser incômodas – ou, ao contrário, extremamente prazerosas. No geral, porém, as mais comentadas foram as tradicionais “frango assado”, de quatro e de ladinho.

8 - Recebendo um presente
Muitas vezes, as trans também gostam de ser ativas no sexo. Se você engatou um relacionamento e sente tesão em ser penetrado por uma boneca, mas não sabe como dizer isso, comece puxando assunto, perguntando se ela sente prazer somente sendo passiva, etc.

Certamente, ela vai perceber logo o que você quer. Se ela, por acaso, não curtir, não custa ter uma conversa clara para dizer que tudo pode ser tentado na busca pelo prazer. Esteja preparado, no entanto, para também ceder – e fazer renúncias.

9 - Prepare as fantasias
Esqueça as recatadas. Talvez por se sentirem até mais mulheres do que muitas gatinhas que nascem com o sexo feminino, talvez porque amem ser idolatradas, a verdade é que as bonecas adoram fantasiar durante o sexo.

Por isso, compre suas fantasias, invente e deixe a mente trabalhar para proporcionar ótimas transas. Tenha certeza de que, pelo menos entre quatro paredes, elas vão realizar tudo que tiverem vontade.

10 - Tudo vale a pena
Se você chegou até aqui, esta é a última e a mais simples dica: tudo vale a pena. Tenha consciência de que se relacionar abertamente com uma trans não será, muitas vezes, uma rotina fácil.

Tudo dependerá de como você se impõe aos outros e do quanto você dá bola para a opinião alheia. Portanto, deixe o preconceito para os ignorantes e viva o seu amor, ousando dizer-lhe o nome.

Do Tran Sites  - por Mario Calligiuri
Share:

27 erros de linguagem corporal que podem arruinar sua imagem feminina.

Você sabia que a linguagem corporal é responsável por mais de 50% da impressão que você causa nas pessoas?

Essa é uma grande parte da sua imagem feminina!

A linguagem corporal consiste em quatro coisas:
  •     Postura
  •     Gestos
  •     Contato visual
  •     Expressões faciais

Infelizmente, é fácil desenvolver maus hábitos de linguagem corporal que podem arruinar sua imagem feminina ... ou, no mínimo, fazer você parecer menos equilibrada e polida do que gostaria de ser.

Aqui estão 27 ações que devem ser evitadas ao se apresentar como mulher:
  •     Olhar curioso
  •     Roer as unhas
  •     Verificando compulsivamente seu telefone
  •     Vasculhando sua bolsa
  •     Cruzando seus braços
  •     Inquietação
  •     Agitando sua perna ou tocando seus dedos
  •     Não sorrindo
  •     Escaneando a sala enquanto fala com alguém
  •     Falando demais com suas mãos
  •     Assentimento exagerado
  •     Examinando seus dentes ou rosto em público
  •     Aplicando maquiagem em público (além de um rápido toque de batom)
  •     Descansando o queixo nas mãos e cotovelos
  •     Sentando-se com as pernas afastadas
  •     Clanging your silverware
  •     Evitar o contato visual
  •     Contato visual que é muito intenso
  •     Um fraco aperto de mão
  •     Cerrando os punhos
  •     De pé perto demais das pessoas
  •     Mastigando em voz alta
  •     Falando enquanto você come
  •     Comendo ou bebendo muito rápido
  •     Curvando-se em direção à sua comida, em vez de levar a comida até a boca
  •     Inclinando-se para frente demais
  •     Recostando-se demais

Você está cometendo algum desses erros? Se assim for, não se sinta mal. (Eu tive que trabalhar em alguns deles eu mesmo!) Em vez disso, resolva melhorá-los.

Para se divertir, faça um "estudo da linguagem corporal" na próxima vez que estiver em público. Observe as ações sutis que melhoram ou diminuem as imagens das pessoas.

Você consegue pensar em outros hábitos que deveriam ser adicionados a essa lista?

Como sempre, adoraria ouvir seus pensamentos! Por favor, compartilhe nos comentários abaixo.

Do Femme Secrets by Lucille Sorella 
Share:

Dicas - Depilação caseira....

Durante o processo de "construção" de uma Crossdresser existem alguns pormenores que assumem uma importância vital para a obtenção de um bom visual. De entre as muitas diferenças entre o corpo masculino e feminino, os pelos são o que mais preocupam quem pretende transformar-se numa ‘verdadeira’ mulher. No nosso caso, ao contrário da maioria das mulheres, os pelos são um terrível incomodo, já que o seu tamanho e abundância são em geral superiores, afetando a harmonia de uma bela maquiagem. Por isso é importante conhecer os diversos métodos existentes para a eliminação desses indesejados visitantes, de forma que se possa produzir uma boa maquiagem e apresentação, sem no entanto danificar a pele.
As técnicas mais comuns e conhecidas de depilação estão ao serviço de quem realmente deseja livrar-se dos incômodos pelos, oferecendo uma ampla variedade de opções e de resultados. Desde a antiga lâmina de barbear até aos mais recentes métodos, existem vantagens e desvantagens que devem ser bem conhecidas para que o resultado final seja satisfatório e não frustrante.

Lâmina
 
 
Se for escolhida a lâmina de barbear como alternativa rápida, é muito importante ter leveza nas mãos e delicadeza no momento de depilar-se, pois é fácil obter cortes, ferimentos e uma grande irritação da pele. Se no dia seguinte desejar continuar a brincadeira, este método não deve ser utilizado, pois a pele ficará cada vez mais irritada e os pêlos mais fortes.
É muito importante não passar a lâmina em áreas irritadas, porque isso poderá provocar inflamações da pele. A lâmina deve ser empregue em sentido contrário ao do crescimento dos pêlos, evitando o movimento de vai-e-vem, pois irrita a pele. Com este método os pêlos são cortados somente pela metade, o que acaba dando força à parte que continua na pele. Desta forma, voltam a crescer rapidamente, mais grossos e mais fortes num curto espaço de tempo.

A área depilada deve ser depois desinfectada com álcool (ou outro desinfectante) e deve-se aplicar um creme próprio para estas situações.

Cera
 
 
Se a alternativa escolhida for a cera, existem várias opções, mas as mesmas estão limitadas às características da barba assim como às áreas específicas do corpo, isto é, a barba cerrada não poderá ser tratada com cera, mesmo quente, pois o volume de pelo não permitiria ser arrancado, tornando o processo doloroso e ineficiente. Para a depilação com cera fria ou quente é preciso que os pelos estejam longos para se obter um melhor resultado. É importante destacar, que a cera quente é mais vantajosa que a fria, já que ajuda na abertura dos poros e os pelos são retirados mais facilmente, sendo também mais econômica. No entanto este tipo de cera ajuda no aparecimento de derrames e varizes. Para evitar que a pele fique demasiado seca, dever-se-á usar diariamente um bom hidratante.
Seja qual for a sua opção, deve-se limpar previamente a região a ser depilada com água e sabão. Depois de feita a depilação, volta-se a limpar a área com um desinfectante, complementando com um creme pósdepilatório ou creme protetor.

- Cera Fria
 
 
A depilação com cera fria é uma das mais fáceis e comuns, resultando numa alternativa caseira. Existem receitas sofisticadas e até domésticas, cujo resultado dependerá especificamente das características da área a ser depilada, assim como do volume e consistência do pêlo. Mas este processo possui a vantagem de arrancar o pelo da raiz, deixando a pele lisa, o que garante um período de 20 a 30 dias sem a sua presença. Por outro lado, para poder ser feita nova depilação, é necessário deixar crescer os pelos, pelo menos, por algum tempo até adquirir tamanho suficiente para a remoção.
Existem vários tipos de cera: ceras específicas para pelos mais finos como aqueles que encontramos nos braços e corpo; e para pelos mais grossos como os da virilha, axilas, pernas e certos tipos de barbas. Mas, em casos de problemas de má circulação, varizes ou extrema sensibilidade capilar, não se deve utilizar qualquer cera.

Para a depilação com cera fria, basta espalhar a cera na superfície de um plástico ou de papel celofane apropriado para isso. Existem também folhas já prontas com cera, para aplicação imediata.

Uma vez escolhida a área de depilação, deve-se desinfectar o local com um algodão embebido em álcool para evitar riscos de infecção. É indispensável secar a área antes da depilação. Caso contrário, a cera não terá aderência e os pelos não serão removidos. Por isso, deve-se evitar passar óleos ou cremes hidratantes horas antes da depilação. A seguir, coloca-se o papel ou pano com cera e puxa-se de uma só vez no sentido contrário ao do crescimento dos pêlos. Poderá também optar-se por colocar a cera na área de depilação, espalhando com uma espátula ou com os dedos no sentido do crescimento dos pelos, para depois aplicar o celofane preparado. Uma vez concluída a operação, deve-se desinfectar bem a área depilada.

Este processo é doloroso e deve ser feito por outra pessoa para ter um bom resultado. Algumas barbas ralas e ainda em formação podem ser depiladas sem problema, mas as mais cheias não terão condições de remoção, pela resistência dos pelos.

- Cera Quente
 
 
De igual forma que a cera fria, a depilação com cera quente retira os pelos pela raiz, o que permite uma durabilidade de pelo menos 20 dias. Mas por abrir os poros com o calor, quanto mais natural for a composição da cera, melhor será para a saúde. Por outro lado, para poder ser feita a depilação, é necessário deixar os pelos crescer, pelo menos, por algum tempo até adquirirem o tamanho suficiente para a remoção. As ceras feitas em casa podem ser aplicadas com a mão, papel celofane ou folhas plásticas prontas para esse fim. Podem ser derretidas em banho-maria ou com aquecedores especiais para cera. Este método também tem as suas especificações para cada parte do corpo, de acordo com a sensibilidade de cada área. Vale a pena acrescentar que a barba corresponde a uma área extremamente sensível, devendo ser depilada somente com cera quente. Este tipo de depilação deve ser somente realizada por profissionais se não quiser passar por maus bocados.
Uma vez escolhida a área de depilação, deve-se desinfectar o local com um algodão com álcool para evitar riscos de infecção. É indispensável secar a área antes da depilação. Caso contrário, a cera não terá a aderência necessária e os pêlos não serão bem removidos. Por isso, deve-se evitar utilizar óleos ou cremes hidratantes horas antes da depilação. A seguir, aquece-se em banho-maria a cera até que ela fique com a temperatura aproximada do corpo. Depois de verificar a temperatura da cera numa área pequena da pele, aplica-se a cera sobre a região que será depilada com uma espátula, sempre em sentido do crescimento dos pelos. Deixa-se arrefecer por alguns segundos, até que endureça um pouco para poder puxar de uma só vez sempre no sentido contrário ao do crescimento dos pêlos. Uma vez concluída a operação, deve-se desinfectar bem a área depilada. O processo é doloroso e deve ser feito por outra pessoa para ter um bom resultado. No fim, deve-se sempre desinfectar a área depilada e pôr um creme hidratante.

Cremes, Loções e Luvas Depilatórias
 
 
De entre a grande variedade de produtos disponíveis no mercado, alguns podem retirar a umidade natural da pele, deixando-a áspera e seca. Por isso é muito importante fazer um teste alérgico antes de se escolher qualquer produto ou marca. Desta forma, faz-se uma pequena aplicação do produto num lugar do corpo sem qualquer problema de comprometimento. Observa-se a reação da pele após 15 minutos, e se não houver sinais de irritação ou alergia, pode-se ficar ter a certeza de que não haverão problemas com a marca.
Estes produtos são aplicados com espátula sobre a área escolhida. Como alternativa poderá utilizar-se um pau de gelado ou algo similar. Deve-se ter em atenção as instruções de utilização e recomendações do fabricante, respeitando o tempo em que o produto deve ficar sobre a pele, pois estes produtos contêm substâncias muito alcalinas que podem causar irritações e reações alérgicas. Uma vez removido o creme com os pelos, deve-se lavar abundantemente a região com água corrente e desinfectar. Posteriormente, se os pelos começarem a encravar, dever-se-á optar por outro processo.

Este tipo de depilação não interrompe o crescimento dos pelos nem demora significativamente o seu crescimento, antes pelo contrário, faz com que apareçam mais fortes e duros. Dependendo da grossura dos pelos, o creme terá mais ou menos dificuldade em os remover, devendo permanecer por mais tempo em contacto com a pele, no caso de pelos mais grossos, o que provoca uma maior irritação desta. Este processo é mais eficiente em regiões de pelos fracos e finos.

Depilação com Máquina Elétrica
 
 
Este método utiliza aparelhos elétricos que arrancam os pelos pela raiz. Os aparelhos mais modernos possuem um seletor que permite ajustar a velocidade com que os discos rotativos puxam os pelos. Outros aparelhos aquecem a cera no seu interior, e permitem a aplicação diretamente na pele em faixas. Neste caso devem ser seguidas as indicações aplicadas à cera quente. Este tipo de método é prático para pernas e braços, mas não se recomenda para a barba ou regiões delicadas e sensíveis.
Pinça
 
 
A utilização da pinça é adequada para a remoção de alguns pelos que ficam após depilação com cera, e ainda para a remoção de pelos para o contorno das sobrancelhas.

Método
Duração
Como Funciona
Regiões Indicadas
Desvantagens
Lâmina de Barbear
Algumas horas na barba e até três dias nas outras regiões
É prático. Corta os pelos junto à pele
Rosto, pernas, braços, axilas e virilhas
Irrita a pele. Faz encravar os novos pelos e faz com que estes apareçam mais fortes e duros
Máquina de Barbear
Algumas horas na barba e até três dias nas outras regiões
É prático. Corta os pelos junto à pele mas não é eficaz para pelos grossos
Rosto, pernas, braços, axilas e virilha
Irrita a pele. Faz encravar os novos fios de pelo e faz que estes apareçam mais fortes e duros
Cera fria
Quase vinte a trinta dias
Arranca os pelos pela raiz com rapidez
Pernas, axilas, virilha, peito, braços e barriga. Não funciona na barba
Não é eficiente para barba. É um método bastante doloroso
Cera quente
Quase vinte a trinta dias
Arranca os pelos pela raiz com rapidez
Pernas, axilas, virilha, peito, braços e barriga. Não funciona na barba cerrada
Não é eficiente para barba cerrada. É um método bastante doloroso e apenas deve ser feito por profissionais
Creme depilatório
Algumas horas na barba e até três dias em outras regiões
Provoca uma reação química, dissolvendo os pelos a partir da epiderme. É indolor
Pernas e braços
Pode causar alergia e irritação em peles sensíveis. É idêntico à lâmina de barbear
Depilação com Máquina Eléctrica
Quase vinte dias
Arranca os pelos pela raiz com rapidez
Pernas
É muito doloroso
Pinça
Quase vinte dias
Arranca os pelos pela raiz muito lentamente
Áreas pequenas com as sobrancelhas
É um método demorado e só aplicável em áreas pequenas

Autora Vanessa Blue Fórum Espartilho.
Share:

Crossdresser: O que considero importante numa montagem completa?


Toda crossdresser, inclusive as mais experientes, tem dúvidas e dificuldades relacionadas à montagem, desde a escolha de uma peruca, passando pelas bijouterias (quem nunca sofreu querendo usar um par de brincos sem ter furos nas orelhas?), bem como quais cosméticos usar e em que ordem usá-los. Como usar uma tabela de medidas para a escolha de roupas e lingeries muitas vezes é um problema, pois nem todas sabem quais devem ser levadas em consideração e como medir corretamente. A busca por sapatos ideais também é uma luta, pois nem sempre se tem uma variedade de produtos quando se calça acima de 39.
 
Bem, quem me conhece pessoalmente sabe que uma de minhas frases prediletas é "o diabo mora nos detalhes". Portanto, uma montagem de dar água na boca do diabo requer atenção aos detalhes, o que normalmente não é levado em consideração pela maioria das crossdressers, que se limitam a vestirem uma lingerie, calçarem um salto alto, colocarem uma peruca e passarem um batom. Uma montagem perfeita significa antes de mais nada sair da zona de conforto em busca de uma feminilidade visual capaz de transformar a maneira de se encarar o crossdressing da cabeça aos pés, LITERALMENTE.
Tendo este objetivo em vista, considero detalhes importantes numa montagem:

1. Barba bem feita e maquiagem bem executada;
2. Peruca bem fixada;
3. Seios postiços;
4. A lingerie deve incluir um corset;
5. Tucking;
6. Unhas bem feitas e em cores adequadas, inclusive dos pés;
7. Salto alto do tamanho correto;
8. Bijouterias para compor o visual (brincos, colares, anéis, pulseiras);
9. A roupa certa para cada ocasião.

Seguir esses 9 passos é algo fácil? NÃO. Quem deseja aprimorar-se deve encarar as dificuldades e superá-las para atingir a satisfação que apenas conhece quem experimentou uma montagem muito bem elaborada e executada. Em breve a BCS irá divulgar uma novidade para ajudar a todas que desejam ser ainda mais femininas, portanto, mantenham-se antenadas nas novidades da página!



Share:

Como é que um travesti esconde o pénis?





Não sei se alguém pensará nisto, mas acredito que ao ver-se um travesti a actuar, completamente lisinho, a pergunta de como conseguirão aquele resultado? Um documentário que deu esta semana no "Toda a Verdade", da SIC Notícias, mostrava o meandros da prostituição no Bairro Vermelho em Amsterdã (Holanda), mostrou um travesti prostituto a esconder o "material", mas aquilo foi tão rápido que não deu para perceber...

Resolvi investigar a coisa e publico hoje o que consegui encontrar na net sobre o assunto... Não há grande coisa é certo, mas pronto, o que conta é a intenção!
Criar, aumentar ou diminuir mamas é algo relativamente hoje em dia, já esconder um pénis e os testículos pode ser algo difícil e até doloroso...





Tucking: Arte de esconder o pênis
Mantenha os testículos dentro da cavidade abdominal e puxe o pênis para trás, firmando-o sobre os testículos já acomodados.

Ajeite as bordas do saco, segure firme todo o conjunto e pressione as coxas uma contra a outra.

Puxe a calcinha para cima e ajuste-a no lugar, a partir do meio das pernas e ajeite todo o conjunto para trás, no sentido cintura-nádegas. Se achar que não está suficientemente firme, basta usar uma segunda calcinha por cima da primeira.


método mais fácil é comprar um chamado "Cache-Sex" (acima), em lojas especializadas. Ao que parece este objecto é muito semelhante a um slip que achata o pénis, apertando este e os testículos. Parece que não é muito confortável e pode ser até incomodativo.


Os outros dois métodos são conhecidos por "Tuck" e "Tape".


TUCK
Existe apenas um lugar onde se pode esconder o pénis e os testículos, que é entre as pernas. Pois bem, os testículos (apenas os testículos, sem o escroto) devem ser empurrados com jeitinho para dentro do local para onde com o frio eles se "recolhem". 

Caso não se ache este local, deve-se pressionar a parte de baixo do abdômen para facilitar e encontrar o local onde porventura quando novos os testículos se encontravam. 

O sítio ainda lá está, e para facilitar pode deitar-se de costas no chão, com os pés assentes no chão e procurar, entre as pernas, o sitio para poder empurrar os testículos. 

Caso mesmo assim não achem o sítio, existe um truque que é meter-se durante 5 minutos numa banheira com água fria, e os próprios testículos tenderão a "desaparecer", escondendo-se no local referido.
Depois de conseguirem isto (para além de merecerem um prémio, eheheh!) já será muito mais fácil puxar o pénis para trás bastando depois por uns slips justinhos (um, dois, três ou até quatro cuecas podem ajudar).
Com prática, este processo é relativamente rápido, e em apenas alguns segundos consegue-se o resultado apresentado abaixo pela Miriam: 



 TAPING
Este método é muito semelhante ao anterior, com a diferença que o escroto, ao invés de ficar sob o pênis (quando este é puxado para trás), neste método o escroto envolve o pênis, havendo uma fita que é enrolada ao escroto e pênis, dando a sensação de um lábios vaginais maiores.


 


Essa fita é posteriormente puxada por entre as pernas. Este método é moroso, e requer mais cuidados, tanto na forma de apertar a fita ao escroto e pênis de forma a não restringir a irrigação contínua, como na própria fita a utilizar. 

Este método permite urinar sentado.
 
Do Blog SER GAY

Posteriormente achei uma excelente postagem explicativa no bom blog da Lindíssima(!!!) Nathasha b'Fly e combinei com a postagem do WikiHow:


1) Depile-se. Use uma boa lâmina e um bom creme de barbear para depilar o escroto e toda a área genital. Não use uma lâmina cega ou muito barata; demorará mais, ficará mal feito e será mais doloroso. Do mesmo modo, use creme ou gel para barbear em vez de sabonete, para que a lâmina deslize suavemente.

2) Ponha seus testículos para dentro. O que você vai fazer neste passo é pôr os testículos para dentro, no lugar chamado canal inguinal. Eles sobem naturalmente por este canal quando está frio ou quando há relação sexual. Deite-se e use uma das mãos para puxá-los para dentro.

  • Outra opção é fazer isso sentado no vaso sanitário. Junte bem as pernas. O pênis e os testículos serão "esmagados" entre as pernas e pouco ficará visível. Levante-se mantendo tudo entre as pernas, só mexa um pouco os quadris e tente empurrar seus testículos para cima com as coxas. Pode ser dolorido no começo, mas assim que você se acostumar à técnica, não doerá mais.
  • Se estiver fazendo corretamente, não deverá ser muito incômodo. Se você sentir náusea, tontura ou dor forte, pare! Você está fazendo errado. Desfaça tudo e recomece.
  • Entrar em uma banheira com água fria antes do processo ajuda.

3)  Use fita adesiva para ter firmeza. Enrole o saco escrotal (agora vazio) ao redor do pênis e dê algumas voltas com fita adesiva por cima. Puxe o pênis (agora todo enrolado) para trás, em direção às nádegas e passe mais fita adesiva para colar cada um dos lados. Isso é para manter o pênis no centro e puxado para trás.

  • Há dois tipos de fita que podem ser utilizadas - fita adesiva médica e silver tape. A médica é menos dolorida para remover, mas tenha cuidado. Se molhar minimamente, não colará. Silver tape parece ser a preferida entre drag-queens do mundo todo. O adesivo é bem potente, segurança não será um problema, mas a remoção pode ser mais complicada. Tome um banho quente e tire cuidadosamente. Não use silver tape se tiver acabado de se depilar, pode causar irritação ou alergia.

4) Vista-se. Ponha uma calcinha específica para tucking, chamada gaff (podem ser encontradas online) ou uma peça de Lycra/Spandex para dar mais firmeza.



















 
Share:

Olho Esfumaçado passo a passo

Esta ai um ótimo 'passo a passo' de marquiagem que a Revista Gloss'.

Pessoalmente estou 'treinando' a maquiagem passo a passo pelo menos 3 vezes por semana. Aos poucos (poucos mesmo!) estou melhorando, ja que essa não é uma habilidade inata a minha pessoa. Tomei a liberdade de adicionar um video que me parece ajuda a entender melhor os passos narrados aqui.

Segue abaixo :




Prepare a pele
Em toda maquiagem, é importantíssimo preparar a pele para fixar melhor os produtos e deixar uma aparência bonita. Corretivo, base e um pó fininho são os ingredientes fundamentais. "Não preparar a pele é a mesma coisa que não pensar na lingerie ao se vestir. Uma coisa não pode viver sem a outra", comenta Jorge Vieira, maquiador oficial da Chanel Make Studio. Foi ele quem nos ajudou a preparar este passo-a-passo.



Iluminador
Antes de passar o lápis nas pálpebras, aplique um pouco de iluminador embaixo dos olhos. Isso evita que o lápis que você vai esfumar fixe na pele, caso algum excesso caia durante a maquiagem.



Lápis
O melhor lápis para fazer o efeito esfumado é aquele que já vem com o esfuminho, uma borrachinha que serve para espalhar o traço preto. É só caprichar no lápis preto rente aos cílios.




Esfuminho
Esse é o efeito do esfuminho! Vá puxando levemente para cima o traço do lápis.



Sombra
Com um pincel, aplique uma quantidade boa de sombra preta em cima do lápis e espalhe por toda a superfície da pálpebra. Caso caia um pouco de sombra embaixo do olho, não se preocupe. Passe um lencinho seco e retire o excesso. O iluminador que você passou não vai deixá-la borrar na pele.



Sombra
Esse é o efeito que a sombra vai dar nas pálpebras.



Abra os olhos
O mais comum seria fazer uma linha de lápis preto nos cílios inferiores, mas quem tem os olhos pequenos, o ideal é utilizar um lápis branco ou bege ou uma linha fina de iluminador para os olhos crescerem, assim como fizemos na nossa modelo.




Finalizando
Finalize o olhar passando um iluminador na parte interna do olho e próximo à sobrancelha. E, claro, abuse do rímel para ficar com olhos de boneca.



Sobrancelha
Olhos de diva merecem uma linda sobrancelha. Caso você tenha falhas, pode consertá-las com um fino traço de sombra aplicado com pincel.



Blush
Uma corzinha na bochecha não pode faltar! Os blush cor de pêssego estão em alta.



Batom
Como os olhos já estarão bem carregados, seja neutra na boca. Você pode usar um batom cor de boca ou fazer como o Jorge, desenhar a boca com um lápis opaco de tom vermelho claro.



Antes e Depois
Olha aí a diferença dos dois olhos depois da maquiagem. O iluminador no canto interno do olho faz bastante diferença, né?!



É só seguir os passos e fazer em casa...





Depois
O resultado final é esse!Texto e Produção: Fabiana Faria e Nadia HeislerFotos:Thaís GouveiaModelo: Giovanna FonsecaMaquiador: Jorge Vieira, maquiador oficial da Chanel Make Studio

Olha o Vídeo:


Share:

-

BANNER 728X90

Video Recomendado

-

AD BANNER

Visualizações

About & Social

Sobre este blog

Aqui eu não sou homem ou mulher. Sou um adepto do crossdresing. Sou uma Crossdresser - CD ou CDzinha. Desde os 9 anos, adoro lingeries e roupas sexyes. Levo uma vida normal masculina e tenho uma vida clandestina feminina.

Me proponho aqui a falar um pouco de tudo, em especial das Crossdressers, dos transexuais, dos Travestis e da enorme comunidade
LGBT existente em todo o mundo. Um estilo de vida complicado e confuso (para alguns)... Este espaço também se presta para expor a minha indignação quanto ao ódio e preconceito em geral.

Observo que esse é um blog onde parte do que aqui posto pode ser considerado como orientado sexualmente para adultos, ou seja, material destinado a pessoas maiores de 18 anos. Se você não atingiu ainda 18 anos, ou se este tipo de material ofende você, ou ainda se você está acessando a internet de algum país ou local onde este tipo de material é proibido por lei, NÃO siga 'navegando'.

Sou um Crossdresser {homem>mulher} casada {com mulher - que nada sabe} e não sou um 'pedaço de carne'.

Para aqueles que eventualmente perguntam sobre o porque do termo 'Crossdresser GG', eu informo que lógico que o termo trata das minhas medidas. Ja que de fato visto 'GG'. Entretanto alcunhei que 'GG' de Grande e Gorda, afinal minhas medidas numéricas femininas para Blusas, camisetas e vestidos são tamanho: 50 e Calças, bermudas, shorts e saias são tamanho: 50.

Entre em contato comigo!

Nome

E-mail *

Mensagem *

busque no blog

Arquivo do blog

TROCA DE LINKS

Apoio ao Crossdresser
Universo Crossdress
Márcia Tirésias
Club Cross
Fórum Crossdressing Place
Jornalismo Trans - Neto Lucon
Kannel Art
Noite Rainha Cross
Diário de uma Crossdresser

Gospel LGBT
Dom Monteiro - Contos do Dom
La nueva chica del bairro
Ravens Ladies
Travestismo Heterosexual

CROSSDRESSER
Nathasha b'Fly
Veronica Mendes
Camilinha Lafert
Kamila Cross BH
Sophia Mel Cdzinha

DANYELA CROSSDRESSER
Duda CD
Bruninha Loira sapeka
Cross Gatas
Klesia cd
Renata Loren
Coroa CD
Suzan Crossdresser
Érika Diniz
CDZINHA EXIBICIONISTA
Aninha CDzinha
Camila Praz
CD VALDETTY
CD Paty
Cdzinha Moranguinho
Jaqueline CD
Paty Cdzinha

Contos Eróticos da Casa da Maitê
Elite Transex

Mais

Mais vistos na ultima semana

Tags

Postagens mais visitadas há um ano

Postagem em destaque

Renata Montezine arrasando como sempre

Renata Albuquerque Montezine é atualmente uma das mulheres trans, de maior sucesso no país. Já foi modelo plus size, sendo a primeira...

Pages